Início > Artigo > Avanços importantes com vista ao novo porto internacional de Dili



TIMOR LESTE

Avanços importantes com vista ao novo porto internacional de Dili


No início de agosto, o Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD) juntou um novo projeto ao seu leque de iniciativas em Timor-Leste. Trata-se do novo porto internacional de Dili que assim passa a ser cada vez mais uma realidade.

Informações locais asseguram que o estudo de viabilidade do projeto deverá ser já realizado este ano e que o Banco alocou dez milhões de dólares de recursos próprios e 330 milhões de dólares em cofinanciamento para financiar as atividades de construção, que se espera venham a ter início em 2015.

Os projetos do Banco em Timor-Leste têm um montante total de 470 milhões de dólares, incluindo também projetos rodoviários, entre outros.

fonte


 



Data: 2013-09-08

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)