Início > Artigo > Brasileira Rio Nave reafirma interesse em Portugal



Brasileira Rio Nave reafirma interesse em Portugal


O grupo brasileiro Rio Nave, que apresentou uma das propostas vinculativas para a reprivatização dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), entretanto cancelada, está interessado em estudar o caderno de encargos para a subconcessão dos terrenos dos estaleiros portugueses, segundo o "Diário Económico".

"Temos interesse em acompanhar, atentamente, a decisão do Governo na edição do novo caderno de encargos para a subconcessão dos ENVC. As premissas que nortearam a decisão de participar no concurso de reprivatização dos ENVC continuam válidas", garantiu o presidente da Rio Nave, Mauro Campos, ao "Diário Económico".

O processo de privatização da ENVC reuniu vários interessados, entre os quais o Estado português seleccionou dois para uma fase final, nomeadamente a brasileira Rio Nave e a empresa de origem russa RSI Trading.

Controlada pelo grupo Estai, a Rio Nave é uma empresa de construção naval do Rio de Janeiro, ocupando um espaço de 150 mil metros quadrados e dando emprego a 1.500 pessoas.

A privatização da ENVC fez parte do programa luso de privatizações, que já vendeu a maior parte das posições do Estado na EDP e na REN. Na venda da EDP a brasileira Eletrobras chegou a fazer uma oferta de aquisição, mas a proposta escolhida foi a da China Three Gorges. Também na privatização da ANA chegou a haver interesse brasileiro, mas o Governo optou por alienar a concessionária de aeroportos ao grupo francês Vinci.

fonte


 



Data: 2013-05-19

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)