Início > Artigo > Missão empresarial a Dili e Jakarta



DE 13 A 29 DE JUNHO

Missão empresarial a Dili e Jakarta


A AIP-FCE, no âmbito do seu Projecto de Internacionalização, QREN - SI_PME - Proj. Conjuntos – 30.039, vai organizar de 13 a 28 de Junho, com o apoio da Embaixada de Timor-Leste em Lisboa e com o apoio institucional do Centro de Negócios da AICEP em Jakarta, uma MISSÃO EMPRESARIAL A DILI E JAKARTA.

Timor-Leste é uma oportunidade desconhecida da esmagadora maioria das empresas Portuguesas. A combinação de um país, literalmente, em construção com uma economia petrolífera, ela própria nas suas primeiras etapas de definição, desenha um quadro de oportunidades e de recursos para as concretizar. Timor-Leste espera que Portugal se afirme como um parceiro na construção do seu tecido empresarial, pelo que o espaço para as empresas nacionais, apesar da proximidade de economias dominantes como a Austrália e a Indonésia, persiste disponível e não plenamente aproveitado. Acresce que Timor constitui ainda uma plataforma privilegiada para os países da ASEAN, um dos mais dinâmicos blocos económicos emergentes.

Com uma economia em franco desenvolvimento, os processos de reconstrução e capacitação institucional e infra-estrutural têm sido uma aposta do respectivo governo. Os gastos públicos, suportados pelos ganhos com o petróleo potenciam o clima negocial actual, propício às empresas nacionais que procurem diversificar mercados, estudar alternativas no seu processo de internacionalização e estabelecer novas parcerias.

Por seu lado e com uma população de 237 milhões de habitantes, a Indonésia é o maior mercado do Sudeste asiático e o mais populoso país muçulmano do Mundo. Com uma taxa média de crescimento na ordem dos 5,5% nos últimos 5 anos, a Indonésia transformou-se num país de médio rendimento. O consumo privado, que registou um aumento de 4,7% em 2011, representando no 4º trimestre cerca de 56% do PIB, continuará a desempenhar o papel de principal motor do crescimento devendo, até 2016, crescer a uma média anual de 5,2*.

As vendas de cimento, um dos principais indicadores da actividade no sector da construção, aumentaram 17% em 2011 sendo que se prevê a continuação de um crescimento acentuado, tendo em conta as baixas taxas de juro, um orçamento de Estado que dá prioridade ao desenvolvimento de infraestruturas, bem como a aprovação de nova legislação sobre a aquisição de terrenos, que vem facilitar o lançamento de importantes projectos de construção de interesse público.

País rico em recursos naturais, petróleo, gás natural, carvão, a Indonésia debate-se porém com alguns desafios no que respeita a produtividade, formação e adequação de infra-estruturas, desafios esses a que o Plano de Desenvolvimento Governo não é alheio, focando-se, entre outros, na, abertura ao investimento estrangeiro e recuperação e reforço das infra-estruturas existentes.

Acresce a disponibilidade de mão-de-obra jovem, a sua localização numa região do globo que “valeu” cerca de 16% das trocas comerciais mundiais e das mais rápidas na recuperação da crise mundial, potencia uma diversificada gama de oportunidades de negócio que as empresas portuguesas devem poder conhecer e aproveitar – em particular, sectores como a construção civil e obras públicas, equipamentos, fornecimentos e serviços relacionados (materiais de construção incluídos), máquinas e equipamentos e bens de consumo, com destaque para os bens alimentares, entre outros sectores.

O Programa de actividades desta iniciativa inclui assim briefings de mercado com as estruturas de apoio empresarial locais, bem como reuniões bilaterais com empresas e/ou instituições de acordo com os objectivos traçados por cada participante.

MAIS DETALHES
 


VEJA A PRIMEIRA GALERIA DE FOTOS DO VI CONGRESSO DA APLOP



Data: 2013-05-08

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família