Início > Artigo > Camarão soldado é recurso de luxo e pode ser «galinha de ovos de ouro» para o país



CABO VERDE

Camarão soldado é recurso de luxo e pode ser «galinha de ovos de ouro» para o país


Entre 230 e 240 toneladas de camarão soldado podem ser pescadas anualmente nos mares de Cabo Verde, respeitando os níveis de sustentabilidade da espécie. Os dados estão na conclusão principal da campanha de investigação do camarão soldado, a MARPROF CV, realizada pelo Governo de Cabo Verde, através do INDP, em parceria com as illhas Canárias e Madeira.

O resultado aponta como núcleos principais Boa Vista e Maio, ilhas com plataforma e potencial para esta espécie de marisco permitindo a captura de cerca de 140 toneladas por ano.

O conjunto das ilhas do Barlavento: São Vicente, Santa Luzia e São Nicolau, que têm um manancial comum de camarão permitem a captura máxima de cerca de 30 toneladas/ano, numa pesca sustentável , ou seja, sem colocar em risco a continuidade da espécie. Informação importante para quem quiser apostar nesse potencial negócio.

“O camarão soldado é um recurso saboroso, com grandes potencialidades para o desenvolvimento da economia nacional, seja para a exportação, seja para o reforço das infra-estruturas hoteleiras e de restauração do país”, considerou o biólogo José González, do Instituto Canário de Ciências Marinhas,, principal financiador da investigação.

Mais, González já considera o camarão a “galinha de ovos de ouro do país”, um recurso alimentar de luxo, com grande valor nutricional e económico.

Apesar de ainda não terem sido alvo de investigação por alguma limitação financeira, adivinha-se que as ilhas de Fogo, Brava e também Santo Antão sejam as menos propensas a uma boa pescaria de camarão soldado.

A última prospecção foi realizada nas ilhas de São Nicolau e Sal e os dados recolhidos juntam-se às investigações anteriores realizadas em São Vicente e Santa Luzia numa primeira fase, Santiago depois e Maio e Boavista numa terceira fase confrimam a existência de um recurso importante para a economia de Cabo Verde até agora inexplorado, explicou Óscar Melício, presidente do INDP, que satisfeito com os resultados alcançados.

fonte




Data: 2012-07-30

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família

em rotinas.php:
UPDATE banners SET JaVisto = JaVisto + 1 WHERE nID =