Início > Artigo > Governo investiu mais de 3,3 mil milhões de dólares nos caminhos de ferro



ANGOLA

Governo investiu mais de 3,3 mil milhões de dólares nos caminhos de ferro


O Governo angolano investiu mais de 3,3 mil milhões de dólares no processo de construção e modernização dos caminhos de ferro de Luanda, Moçâmedes e Benguela, segundo confirmou Augusto da Silva Tomás, ministro dos Transportes (na foto).

De acordo com o governante, o avultado investimento enquadra-se no âmbito de uma estratégia global de desenvolvimento económico e social do país.

Nos últimos anos, foram edificadas estações ferroviárias, pontes e linhas férreas, adquiridas locomotivas, sistema de telecomunicações, etc. Ainda de acordo com Silva Tomás, este investimento está intrinsecamente ligado ao desenvolvimento de outras áreas como da energia, águas, telecomunicações, turismo, indústria, mercado de bens e serviços, e vai refletir-se no aumento do emprego, coesão económica e social e no combate das assimetrias regionais.

No Caminho-de-Ferro de Moçâmedes, as obras implicaram a reabilitação de 56 estações ferroviárias, de primeira, segunda e terceira classes. “Está a ser tudo feito para que até finais de Julho a linha esteja completamente preparada para a transportação de bens e mercadorias, o que deve acontecer em Agosto, na linha Namibe/Lubango/Menongue”, salientou o ministro dos Transportes de Angola.

Augusto da Silva Tomás pronunciou-se ainda sobre a ligação ferroviária com países vizinhos: “A ligação regional implica acordos transfronteiriços e isso está a ser feito. Os países entendem que inicialmente é preciso consolidar o funcionamento da rede de cada país e a seu tempo implementar-se a ligação entre estados”.

fonte




Data: 2012-07-03

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família