Início > Artigo > Pescado cabo-verdiano preparado para abastecer mercado europeu



POR MAIS TRÊS ANOS

Pescado cabo-verdiano preparado para abastecer mercado europeu


Renovação do protocolo vai permitir que as indústrias conserveiras continuem a exportar produtos elaborados com matéria-prima importada para a União Europeia em condições de competitividade.

Cabo Verde conseguiu uma nova derrogação de três anos das regras de denominação de origem por parte da União Europeia (UE) para o arquipélago atingir a sustentabilidade no fornecimento de matéria-prima para a sua indústria de transformação e conserva do pescado, apurou a Panapress.

Na prática, adianta a agência, esta derrogação significa que a UE vai continuar a permitir que Cabo Verde importe matéria-prima de outras paragens para a transformar no arquipélago e exportar os produtos finais para o mercado comunitário europeu, como se tivessem sido produzidos com matéria-prima local.

De acordo com o secretário de Estado dos Recursos Marinhos, Adalberto Vieira, Cabo Verde beneficiava de uma anterior derrogação de quatro anos e que terminou este ano.

Por isso, explicou, a concessão dessa nova derrogação vai permitir que as indústrias conserveiras continuem a exportar produtos elaborados com matéria-prima importada para a UE em condições de competitividade.

Adalberto Vieira disse que a UE atribuiu essa derrogação a Cabo Verde por "reconhecer os esforços" do país no desenvolvimento do sector das pescas e, em particular, para o aumento da capacidade de captura nacional.

O governante informou ainda que a UE teve também em conta o facto de o arquipélago estar a materializar uma política estratégica para que venha a ser sustentável no fornecimento de matéria-prima para as indústrias conserveiras.

fonte




Data: 2012-06-06

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família

em rotinas.php:
UPDATE banners SET JaVisto = JaVisto + 1 WHERE nID =