Início > Artigo > Dubai quer pôr-nos a dormir debaixo de água



Dubai quer pôr-nos a dormir debaixo de água


Depois de ter inaugurado o maior arranha-céus do mundo ou de ter em curso o projecto multimilionário The World - ilhas artificiais que se assemelham à forma da Terra e que terá um custo estimado em 18 mil milhões de dólares (14 mil milhões de euros) -, o emirado árabe responsável por alguns dos mais arrojados projectos da última década anunciou estar na corrida para abrir o primeiro hotel com vista para o fundo do mar.

O Water Discus Hotel, concebido pela Deep Ocean Technology, resulta de um parceria da Drydocks World com a empresa suíça BIG InvestConsult e envolverá um investimento de 120 milhões de dólares (93,3 milhões de euros).

O hotel será constituído por dois discos: um ao nível do mar, com a altura necessária para que não seja um alvo fácil para cheias ou tsunamis, e outro no fundo do golfo com um mecanismo capaz de o trazer à superfície em caso de emergência.

Os dois pólos serão unidos por uma coluna vertical servida por escadas e elevador: isto permitirá aproveitar o melhor do mundo subaquático e ao mesmo tempo desfrutar do clima ameno da costa do Dubai.

O disco superior deverá ter um jardim, spa ou piscina. O disco submerso comportará um centro de mergulho e um bar, além de 21 quartos, todos com iluminação especial para que os seus ocupantes possam fotografar os ambientes marinhos.

O hotel é projectado pelo arquitecto polaco Pawel Podwojewski, com os aspectos tecnológicos supervisionados por Lech Rowinski (da Universidade Técnica de Gdansk, Polónia). Numa página dedicada ao projecto, o atelier de Podwojewski, especializado em projectos 3D, o Motyw, resume o Discus como um projecto "inspirado por sonhos intemporais, criado pela tecnologia moderna". "As pessoas sempre quiseram não apenas navegar pelos mares mas também explorar as profundezas dos oceanos", resumem. "Hoje, o advento de novas tecnologias torna o coração do oceano um cenário não apenas para mergulhar mas também para umas férias de luxo".

E quanto custará uma noite em tal extravagância marinha? É uma pergunta ainda sem resposta. No caso de um outro projecto similar, o Poseidon, nas Fiji, adiantava-se o preço de 30 mil dólares (cerca de 23.500 euros) por casal para uma semana.

O Poseidon é um dos vários projectos subaquáticos que têm sido anunciados nos últimos anos, embora (ainda) sem resultados práticos. Mesmo pelo Dubai já se falou de um Hydropolis, nunca concretizado, tal como o projecto Poseidon Undersea Resorts - previsto para uma lagoa das Fiji, a 40m da superfície e cercado por uma barreira de corais - que continua em stand by, embora tenha chegado a ter abertura prevista para 2009 (continua a ser divulgado na net mas todas as datas avançadas de inauguração foram canceladas).

MAIS DETALHES, FOTOS E VÍDEO AQUI




Data: 2012-05-22

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)