Início > Artigo > São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial assinam acordos de parceria económica



São Tomé e Príncipe e Guiné Equatorial assinam acordos de parceria económica


As Câmaras de Comércio de São Tomé e Príncipe e da Guiné Equatorial assinaram em São Tomé um acordo de cooperação, válido para três anos, em diversas áreas de investimentos privados, noticia a PANA.

Segundo o comunicado final da visita de três dias do presidente da Câmara e Comércio da Guiné Equatorial, Domingo Mituy Edjang, as partes acordaram cooperar nos domínios da agricultura, do turismo, da banca, dos seguros, dos petróleos, do comércio geral e da promoção e qualificação dos recursos humanos.

As oportunidades de negócios existentes nos mercados dos dois países do Golfo da Guiné, refere o texto, nortearam a assinatura, em São Tomé, do acordo de três anos, tacitamente renovável.

O acordo prevê ainda a assistência às empresas dos dois países nas áreas acordadas, na procura de possíveis sócios e agentes distribuidores. “Estamos aqui a abrir oficialmente uma porta e caminhos, para que os empresários de São Tomé e Príncipe e da Guiné Equatorial possam, no quadro de uma base formal, ter um relacionamento mais profícuo”, disse o ministro são-tomense do Plano e Desenvolvimento, Agostinho Fernandes, no acto de assinatura do acordo de geminação.

“Costumamos dizer que temos um mercado pequeno com apenas 170 mil habitantes. Este acordo demonstra-nos que não somos tão pequenos assim”, considerou o gministro santomense.
O presidente da Câmara de Comércio da Guiné Equatorial explicou que o acordo de geminação vai “relançar a parceria económica entre os dois países no futuro”.

O estabelecimento das relações comerciais e de investimentos entre as duas Câmaras de Comércio resulta da recente visita do Presidente Manuel Pinto da Costa à Guiné Equatorial, na qual se fez acompanhar de vários empresários.

Na sequência dessa viagem, o governo liderado pelo primeiro-ministro Patrice Trovoada isentou o pagamento de taxas às embarcações mistas de passageiros e de carga provenientes da Guiné Equatorial, com a finalidade de fomentar o volume de negócios entre os dois estados, devendo ambos os países trabalhar na instauração da livre circulação de pessoas e bens.

fonte
 




Data: 2012-04-20

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012
em rotinas.php:
UPDATE banners SET JaVisto = JaVisto + 1 WHERE nID =