Início > Artigo > Boa Vista e Maio: Há 100 toneladas de camarão para pescar por ano



CABO VERDE

Boa Vista e Maio: Há 100 toneladas de camarão para pescar por ano


Pode-se pescar cerca de 100 toneladas de camarão-soldado por ano nas ilhas da Boa Vista e do Maio, anunciou Oksana Tariche, coordenadora do PROACTIVA II, projecto que avalia o potencial de camarão nos mares de Cabo Verde.

“A partir de amanhã vamos trabalhar esses dados num atelier em Las Palmas, mas podemos adiantar já que o potencial encontrado no Maio e na Boa Vista é de longe superior ao estimado nas outras ilhas”, nomeadamente São Vicente, Santa Luzia, São Nicolau e Santiago, informa Tariche (na foto).

Para a coordenadora do PROACTIVA II, este estudo é também “um passo importante no sentido de obter dados de outros tipos de recursos de profundidade que podem ser explorados nos mares de Cabo Verde”.

Esta foi a terceira campanha de avaliação do camarão soldado em Cabo Verde, e disponibilizou dados bastante animadores. Tanto assim é que já há interessados em explorar o recurso, acrescenta Tariche.

“Já temos pedidos de privados e da Direcção Geral das Pescas para começar a exploração, e o nosso parecer foi positivo. Podem fazer exploração nas plataformas que já estão avaliadas. E a partir de Julho, altura em que vamos avaliar o potencial da ilha do Sal, pode-se explorar todo o arquipélago”, acredita.

Além do camarão soldado, foram encontradas outras espécies em grande abundância: cachucho, peixe bola liso e besugo de fundo.

O projecto da prospecção do camarão soldado é desenvolvido pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento das Pescas (INDP), Instituto Canário de Ciências Marinas (ICCM), em parceria com as Universidades de Cabo Verde e das Canárias.

fonte
 




Data: 2012-03-28

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família