Início > Artigo > Comissário-geral do Ano de Portugal no Brasil promete surpreender os brasileiros



Comissário-geral do Ano de Portugal no Brasil promete surpreender os brasileiros


O comissário português para o ano de Portugal no Brasil, Miguel Horta e Costa, assevera que a intenção é "surpreender" os brasileiros, com a imagem de um Portugal "jovem" e "moderno".

"A imagem de Portugal hoje no Brasil está longe de ser o que ambicionamos. Pretendemos mostrar um Portugal novo, jovem e moderno, um Portugal que surpreenda o Brasil", afirmou Horta e Costa durante a cerimónia de tomada de posse da nova direcção da Câmara de Comércio Portuguesa, no Rio de Janeiro.

O comissário adiantou que está a negociar a realização de concertos de música "jovem" portuguesa, com estilos que irão além do fado.

"Vamos trazer outros estilos e também mostrar o fado como ele é hoje, com os novos intérpretes que têm uma maneira diferente de cantar o fado", acrescentou.

No âmbito cultural, a intenção é apresentar ao público brasileiro áreas da cultura portuguesa pouco conhecidas como a escultura, o design e a arquitetura.

"Brasil e Portugal têm, cada um, dois prémios Pritzker de arquitetura, temos de unir essas habilidades", afirmou, em referência aos arquitetos portugueses Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto de Moura, vencedor do Pritzker do ano passado.

Segundo o representante português, a ideia é atuar em diversas frentes, a não perder de vista os temas económicos e as grandes empresas portuguesas, além das áreas de educação, ciência e desporto.

"Esta semana tenho algumas reuniões para concluir as negociações para um torneio de golfe que pretendemos organizar ao longo do evento", adiantou o comissário à Lusa.

Outra estratégia, segundo Horta e Costa, será a realização de atividades em diversas cidades brasileiras, além das grandes metrópoles.

"Não podemos ficar somente no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, temos de levar este Portugal novo, este Portugal moderno às demais cidades brasileiras", reforçou.

Horta e Costa reuniu-se esta semana com o seu homólogo brasileiro, Antonio Grassi, em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, onde começaram a discutir as principais estratégias para as celebrações do Ano de Portugal no Brasil e de Brasil em Portugal.

O evento iniciará oficialmente no dia 07 de setembro - dia da Independência do Brasil - e terminará a 10 de junho de 2013, Dia de Portugal.




Data: 2012-03-26

Artigos relacionados:

  • Ano de Portugal no Brasil leva cultura, ciência e empresas ao outro lado do Atlântico

  •  Vídeo

    Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

     “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

     VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

     Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

     VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

     VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

     VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

     Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

     Mindelo e São Vicente com muita morabeza

     Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

     Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

     VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

     Porto de Luanda - 1955

     Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

     Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

    Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012