Início > Artigo > BTL quer ser plataforma de negócios entre a Europa e Países de Expressão Portuguesa



BTL quer ser plataforma de negócios entre a Europa e Países de Expressão Portuguesa


A BTL – Feira de Turismo de Lisboa 2012, que decorre de 24 de Fevereiro a 4 de Março, quer afirmar-se como uma plataforma de negócios entre a Europa e os países de Expressão portuguesa. As novidades para esta 24.ª edição são várias, com destaque para o congresso da Associação Brasileira de Operadores Turísticos (Braztoa).

Esta novidade foi avançada pelo administrador executivo da TAP, Luíz Mor, na Fitur. Segundo este responsável, é a primeira vez que o Congresso da Braztoa vai se realizar fora do Brasil e, melhor ainda, durante a BTZ. O Braztoa levará cerca de 80 dezenas de operadores turísticos brasileiros para Portugal.

Realizar o congresso em Lisboa será, portanto, uma experiência nova para os associados da Braztoa, mas estes operadores terão outras, nomeadamente alguns dias de visita guiada em Portugal e vouchers para fazerem compras em centros comerciais.

Da mesma forma, realça Luiz Mór, esta será também “a primeira vez que a BTL vai contar com a presença de todos os operadores brasileiros”. Uma iniciativa que a TAP está a divulgar na Europa, com o responsável a explicar que “a TAP vai fazer um investimento imenso” para “trazer 400 compradores de todo o mundo à BTL”.

Para este administrador, está-se a construir uma nova era para a BTL que é também “uma nova era de colaboração entre todas as entidades para actuar de forma integrada nos mercados externos”. Uma nova colaboração justificada pela pressão que se instala sobre as feiras, nomeadamente de turismo, dado o desinvestimento que as empresas e grupos estão a fazer neste tipo de eventos.

Luiz Mór admite que ninguém precisa de ir à BTL para comprar Portugal, mas sublinha que a feira oferece aos países de língua portuguesa “uma proposta de valor única” que é a de “vender para a Europa toda”, através da sua presença na BTL, e vender para todos os países de expressão portuguesa. Com isto, “construímos uma parceria dos dois lados do Atlântico”.

Neste sentido, vão ser assinados acordos entre a BTL e a ABAV, para troca de participações, como entre a ABAV (associação) e APAVT, no sentido de cada uma das entidades acolher associados da outra.

Por tudo isto, mostra-se convicto que “a BTL deste ano será melhor que a do ano passado”, “vai ser a única feira a melhorar”. Mas a parceria não se esgota aqui: “estamos a trabalhar para que este ano seja melhor, que o próximo ano também o seja, e o outro a seguir”.

fonte




Data: 2012-01-27

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família