Início > Artigo > Palmares deslizando até ao mar



EGIPTO-PRAIA, ANGOLA

Palmares deslizando até ao mar


Na costa litoral de Benguela, sensivelmente a 65 quilómetros a Norte do Lobito, existe uma localidade chamada Egipto-Praia.

No início da colonização portuguesa, há mais de cinco séculos atrás, embarcações lusas ancoraram em vários pontos da costa do território que constitui hoje Angola. A um desses locais, a sul do rio Cuvo, deram o nome de praia do Egipto, devido aos seus palmares “deslizando até ao mar”, numa extraordinária semelhança com o que tinham visto na costa do nordeste africano, concretamente nas costas egípcias, durante as suas andanças pelo mar Mediterrâneo.

Ali montaram arraiais e construíram um forte destinado à sua defesa das investidas de forças holandesas, cujos barcos sulcavam periodicamente a costa angolana. A história regista que uma esquadra holandesa atacou com disparos de canhão a cidade de Benguela durante vários dias.

O Egipto-Praia tem igualmente o seu nome ligado ao tráfico de escravos, que eram embarcados para a América mesmo depois das leis abolicionistas. Corsários e navios negreiros fugiam da fiscalização da marinha real inglesa, aproveitando a configuração da costa, com várias saliências e reentrâncias, e continuavam a traficar as chamadas “cargas humanas”, negócio clandestino que foi praticado até às portas do século XX.

O Forte de S. Sebastião existe até aos dias de hoje na localidade como testemunho dessas práticas e as autoridades angolanas solicitaram o seu reconhecimento pela Unesco como património mundial, devido à sua ligação com a história do tráfico negreiro, que tornou despovoadas extensas áreas do continente africano.

A localidade de Egipto-Praia pertence à circunscrição do município do Lobito e tem uma população de cerca de cinco mil e quinhentas pessoas que se dedicam a actividades agrícolas e também à pesca, em moldes artesanais. A lagosta verde, um dos mais apreciados crustáceos na culinária internacional, abunda na zona marítima em causa.

fonte

 




Data: 2012-01-10

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família

em rotinas.php:
UPDATE banners SET JaVisto = JaVisto + 1 WHERE nID =