Início > Artigo > Na fila de espera para a terra prometida



ANGOLA É O PRINCIPAL DESTINO DOS EMIGRANTES LUSOS

Na fila de espera para a terra prometida


Espanta-se o frio de qualquer maneira, que a manhã nasceu gélida e o nevoeiro húmido não se dissipa naquele pedaço de Alcântara, onde a fila de gente que espera para entrar no Consulado de Angola ameaça dobrar a segunda esquina do edifício. Ainda faltam uns minutos para as 8h30, hora a que as portas descerram, os pescoços afundam-se no conforto das golas e dos cachecóis, os pés saltitam para chamar o calor.
Há quem ali esteja como o senhor Jorge Silva, que nasceu na cidade do Cuito, antiga Silva Porto, há 50 anos e quer agora tratar dos papéis para a nacionalidade angolana.

LEIA A VERSÃO INTEGRAL DESTA REPORTAGEM DO SEMANÁRIO PORTUGUÊS "EXPRESSO"
 




Data: 2011-12-11

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família