Início > Artigo > Porto de Paranaguá «invadido» por peças gigantes



Brasil

Porto de Paranaguá «invadido» por peças gigantes


O cais do Porto de Paranaguá está tomado por peças gigantes. O porto recebeu, quase que simultaneamente, peças para três diferentes projectos de grande porte; com isso, quase todos os espaços livres da área primária ficaram tomados por estes equipamentos.

A maior parte das peças refere-se à construção da maior fábrica de celulose de fibra curta do mundo. Dois navios trouxeram cerca de 3600 toneladas em equipamentos que vão integrar o Projeto Eldorado, que será construído em Três Lagoas (MS). Até meados de 2012, o Porto de Paranaguá receberá cerca de 30 mil toneladas em peças para a construção da fábrica.

O Porto recebeu também outras peças de grande porte para a ampliação da fábrica da Incepa, em São Mateus do Sul, e para a construção de moinhos de cimento na unidade de Rio Branco do Sul, da Votorantin.
Para atender a chegada de todas estas cargas especiais, a Appa está adotando soluções logísticas diversas com o objetivo de atender os diferentes clientes com agilidade e segurança.

“Estamos com quase todos os espaços cheios, ao longo do cais, tomados por equipamentos e veículos. E a eficiência do nosso departamento de operações tem permitido atender estes diferentes clientes com agilidade e segurança”, afirmou o superintendente da Appa, Airton Vidal Maron.
Além das peças de grande porte, o cais do Porto de Paranaguá está sendo utilizado para a armazenagem de veículos. Em função das restrições comerciais entre Brasil e Argentina, a liberação de veículos importados que chegam ao Porto estão mais lentas, lotando os pátios. Com isso, a Appa tem usado espaços alternativos ao longo do cais para condicionar os veículos e atender a demanda. Hoje, cerca de três mil veículos estão acomodados ao longo do cais, dividindo espaço com contêineres e peças de grande porte. Outros três mil estão dispostos nos pátios destinados a esta finalidade.

“Este é um trabalho que exige perícia dos nossos técnicos porque precisamos dispor todas estas mercadorias com segurança e de modo que não prejudiquem as operações portuárias”, explicou o superintendente.

fonte

De janeiro a setembro, a movimentação de mercadorias pelo Porto de Paranaguá foi de 31,3 milhões de toneladas. O volume é 7% superior à movimentação registrada no mesmo período de 2011.




Data: 2011-11-22

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)