Início > Artigo > Governo pretende potenciar a pesca artesanal



MOÇAMBIQUE

Governo pretende potenciar a pesca artesanal


O Governo moçambicano considera que a pesca artesanal está a crescer. Esta actividade reforça a segurança alimentar do país, bem como a captação de divisas e criação de emprego.

De acordo com o vice-ministro das pescas, Gabriel Muthisse, a situaçao da pesca artesanal em Moçambique conta com o apoio de vários organismos nacionais e internacionais.

«Estamos a potenciar a pesca artesanal para melhorarmos o nível de produção. Queremos alcançar as 200 mil toneladas até 2019. Contamos com o apoio dos organismos nacionais e internacionais» referiu o vice-ministro.

Apesar de não existirem números exactos, Gabriel Muthisse estima o investimento do projecto pro-pesca em cerca de 43 milhões de dólares USD (cerca de 30 milhões de euros). O valor disponibilizado abrange toda costa marítima de Moçambique.

O sector das pescas desempenha um papel estratégico na segurança alimentar e nutricional, na captação de divisas e na criação de emprego, sendo representado, actualmente, por 300 mil pescadores. A pesca em Moçambique ascende a cerca de 150 mil toneladas anuais e ocupa o quinto lugar nas exportações globais do país, contribuindo com 2% para o Produto Interno Bruto (PIB) e com cerca de 75 milhões de dólares USD (cerca de 53 milhões de euros) para a Balança Comercial.

FONTE
 




Data: 2011-11-08

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012