Início > Artigo > CORREDOR LESTE DE PARANAGUÁ MOVIMENTA 5,9 MILHÕES DE TONELADAS EM 4 MESES



GRANÉIS SÓLIDOS

CORREDOR LESTE DE PARANAGUÁ MOVIMENTA 5,9 MILHÕES DE TONELADAS EM 4 MESES


O volume de granéis sólidos embarcado pelo Corredor Leste de exportação do Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, atingiu 5,975 milhões de toneladas (de soja, farelo, trigo e milho) nos primeiros quatro meses deste ano. O total representa aumento de 7,4% em comparação com igual período de 2021 (5,562 milhões de toneladas), segundo informações da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina.

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, afirma que “os principais responsáveis pela alta foram farelo de soja e milho carregados pelos três berços que compõem o corredor”. O maior aumento porcentual no período ocorreu nos embarques de milho, com alta de 35%: 798.152 toneladas neste ano e 591.538 toneladas em 2021. ano passado as exportações somaram 1.288.261 toneladas, nos últimos quatro meses foram 1.551.553 toneladas, alta de 20,4%. De soja em grão, neste ano, o volume somou 3.592.513 toneladas, apenas 75.510 toneladas a menos que no ano passado.

O trigo, um produto que costuma ser importado pelo Porto de Paranaguá, teve um pequeno saldo de exportação pelo Complexo Leste. Em fevereiro, neste ano, 32.805 toneladas foram embarcadas – mais que o dobro das 14 mil toneladas registradas no mesmo mês, em 2021. No ano passado, nos meses de março e abril, não houve embarque de milho pelo Corredor de Exportação do porto paranaense.

abril foi quase 247% maior que o registrado no mês anterior. No primeiro quadrimestre deste ano, 102 navios atracaram no complexo para carregar grãos – sete a mais do que em igual período de 2021.

IMPORTÂNCIA DO SETOR

O setor portuário é fundamental para o orçamento de prefeituras no litoral do Paraná. Em Paranaguá, 15% de tudo que é arrecadado pelo município vem de empresas que atuam no porto. Em 2021, 56% dos valores pagos em Imposto Sobre Serviços (ISS) vieram da atividade. Em Antonina, a participação chegou a 59%.

“Os portos são grandes indutores do desenvolvimento. O dinheiro gerado no pagamento do imposto deve ser aplicado, pelas prefeituras, nas despesas do município, serviços e melhorias para o cidadão”, afirma Luiz Fernando Garcia.

A destinação dos recursos do ISS é determinada pela Constituição Federal, sendo 60% de forma livre, como a folha salarial de servidores e investimentos em obras, enquanto 25% são destinados à educação e 15% à saúde.

A arrecadação da Prefeitura de Paranaguá chegou a R$ 667 milhões em 2021, de acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda. Deste total, R$ 96,5 milhões foram pagos por empresas diretamente ligadas ao porto. Segundo o secretário Maurício Coutinho, a arrecadação deu suporte no combate à pandemia. “Os valores foram fundamentais para as questões ligadas ao enfrentamento do coronavírus e o município conseguiu aplicar 21,86% da arrecadação na área de saúde”, diz. “Os recursos livres advindos do ISS também deram suporte a inúmeros investimentos de infraestrutura e pavimentação”.

Além dos impostos, os portos movimentam a economia local com emprego e renda. Dados do Ministério do Trabalho apontam que a atividade portuária é a maior geradora de empregos na cidade e, todos os meses, injeta R$ 33 milhões em salários. “As diversas atividades integradas, necessárias ao complexo portuário, geram um grande impulso na economia e refletem no comércio, indústria, serviços, impulsionando um ciclo positivo que contribui para o desenvolvimento da cidade”, explica o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Paranaguá, Eloir Martins.

Em Antonina, a participação do setor portuário na arrecadação municipal é ainda maior. De acordo com a Secretaria Municipal de Finanças, no último ano a prefeitura arrecadou R$ 7,6 milhões em ISS – só o setor portuário respondeu por R$ 4,5 milhões. O imposto representa cerca de 6% da arrecadação total do município, em torno de R$ 76 milhões.

Para o prefeito José Paulo Vieira Azim, o porto tem impacto direto na vida de quem mora na cidade. “A atividade gera centenas de empregos diretos e indiretos, trazendo renda para muitas famílias, que realizam suas compras no comércio. Além disso, com os valores do ISS são pagas muitas das despesas correntes do município”, destaca.

fonte


 



Data: 2022-05-27

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família