Início > Artigo > Mini-reactores nucleares flutuantes podem vir a fornecer energia a países inteiros até 2025



Mini-reactores nucleares flutuantes podem vir a fornecer energia a países inteiros até 2025


A empresa dinamarquesa de energia nuclear Seaborg anunciou que passou recentemente num teste de viabilidade do American Bureau of Shipping (ABS), que a deixa um passo mais perto de concretizar o seu projecto de reator nuclear flutuante.

Em comunicado, o cofundador e CEO da empresa dinamarquesa de energia nuclear Seaborg, Troels Schönfeldt, considerou a etapa “um marco importante em direcção à ambiciosa meta de implantar o primeiro barco comercial de energia até 2025”.

O reator compacto de sal fundido da Seaborg foi projetado para ser instalado em barcos de energia modulares que podem ser transportados diretamente para qualquer país com ligação marítima para fornecer energia limpa.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, os barcos estão equipados com um ou mais pequenos reatores nucleares, que podem gerar eletricidade e transmitir a energia para o continente.

O plano de Seaborg é fornecer energia limpa e acessível na forma de barcos flutuantes, começando com regiões em crescimento, como o Sudeste Asiático.

O primeiro barco deste tipo começou a fornecer calor e eletricidade ao porto russo de Pevek, no Mar da Sibéria Oriental, em dezembro de 2019.

A avaliação marítima do American Bureau of Shipping (ABS) permitirá a produção em estaleiro de barcos nucleares flutuantes, que podem ser rebocados até ao seu destino final antes de serem ligados à rede elétrica.

“A abordagem marítima reduz o tempo, o risco do projeto e o custo drasticamente. Podemos alavancar uma indústria de manufatura altamente eficiente com décadas de experiência, altos padrões de segurança e uma capacidade de produção diferente de qualquer outra”, disse Schönfeldt.

Os reatores de Seaborg são projetados para fornecer eletricidade limpa e acessível em todo o mundo. Os primeiros barcos de energia terão dois reatores nucleares instalados que vão fornecer 200 megawatts elétricos.

Ao longo da sua vida útil, estes reatores compensarão um mínimo de 33.600.000 toneladas de dióxido de carbono em comparação com uma central de carvão equivalente, segundo a empresa.

mais detalhes


 



Data: 2020-12-29

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)