Início > Artigo > Contentores de atum: o segredo do transporte da vacina contra a COVID-19



Contentores de atum: o segredo do transporte da vacina contra a COVID-19


Um verdadeiro quebra-cabeças logístico. É assim que o Diário de Notícias considera o processo de transporte de milhões de doses da vacina da COVID-19 a nível global, de forma rápida e a temperaturas extremamente baixas.

Thermo King, a empresa que revolucionou as remessas de alimentos antes da II Guerra Mundial graças ao transporte de temperaturas controladas, decidiu pôr a sua experiência à prova com o atum ao serviço desta operação.

A empresa americana está agora a trabalhar com as farmacêuticas, governos e empresas de logística para garantir que as vacinas são preservadas até chegarem aos hospitais e clínicas, em todo o mundo. Para isso, estão a usar e modificar os contentores geralmente utilizados para transportar atum fresco para o Japão, um alimento que exige condições de refrigeração semelhantes.

Francesco Incalza, presidente da Thermo King para a Europa, Médio Oriente e África, referiu à CNN que “pegámos nos contentores e reciclámo-los”.

O atum tem de ser mantido a 60 graus negativos para não perder qualidade e garantir a sua cor quando chega aos mercados e restaurantes. A vacina da COVID-19, desenvolvida pela Pfizer e BioNTech, tem de ser mantida a 70 graus negativos durante o transporte.

A empresa tendo isso em conta, um dos ramos da Trane Technologies, sediada na Irlanda, decidiu adaptar os seus contentores para ficarem ainda mais frios. Cada um deles, com seis metros de comprimento, consegue transportar, por terra ou por mar, 300 mil doses da vacina.

fonte


 



Data: 2020-12-21

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)