Início > Artigo > Detectado um raro terramoto «boomerang» nas profundezas do Oceano Atlântico



Detectado um raro terramoto «boomerang» nas profundezas do Oceano Atlântico


Uma equipa de geólogos encontrou evidências de um terramoto “boomerang” raro e praticamente sem precedentes que fez tremer as profundezas do Oceano Atlântico em 2016.

O terramoto ocorreu ao longo da zona de fratura Romanche, que fica perto do Equador, aproximadamente a meio caminho entre a costa leste do Brasil e a costa oeste da África.

A zona de fratura, uma falha que percorre cerca de 900 quilómetros entre as placas tectónicas da América do Sul e da África produziu um terramoto de magnitude 7,1 em agosto de 2016, que foi detetado por sismómetros submarinos na região, bem como por estações de monitorização distantes.

A análise destes sinais revela que este não foi um terramoto comum, mas sim um tremor bizzaro que aconteceu numa direção e, depois, virou-se e voltou para trás com um aumento significativo de velocidade.
PUBLICIDADE

“Embora os cientistas tenham descoberto que este mecanismo de reversão de rutura é possível a partir de modelos teóricos, o nosso novo estudo fornece algumas das evidências mais claras para este mecanismo enigmático a ocorrer numa falha real”, disse o investigador Stephen Hicks, sismólogo do Imperial College London, em comunicado.

De acordo com a análise dos dados sísmicos, o terramoto de 2016 teve duas fases distintas. Primeiro, a rutura propagou-se para cima e para o leste na direção de um ponto fraco onde a zona de fratura se encontra com a Dorsal Mesoatlântica. Depois, numa súbita reviravolta, ocorreu uma “retropropagação incomum para o oeste”, com os tremores a voltar para o centro da falha, e em velocidades de “supercisão” muito aceleradas de até seis quilómetros por segundo.

“Mesmo que a estrutura da falha pareça simples, a forma como o terramoto cresceu não foi, e isso foi completamente o oposto de como esperávamos que o terramoto fosse antes de começarmos a analisar os dados”, disse Hicks.

Para já, os cientistas levantam a hipótese de que a primeira fase profunda do terramoto libertou energia de fratura suficiente para iniciar a reversão da rutura no terreno subaquático mais raso e oeste.

Embora terramotos de propagação reversa tenham sido estudados por sismólogos anteriormente, até agora, as evidências são escassas, tendo o fenómeno sido visto principalmente em modelagem teórica.

Estudo publicado pela revista científica Nature Geoscience.

ZAP //




Data: 2020-08-13

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)