Início > Artigo > Navios chineses perto das Galápagos preocupam Equador



Navios chineses perto das Galápagos preocupam Equador


Frota de 260 pesqueiros está em águas internacionais que ficam entre as áreas exclusivas do Equador e do arquipélago. Pesca predatória pode colocar em risco delicado ecossistema das ilhas Galápagos.

As Ilhas Galápagos estão bem diante da costa do Equador, a uma distância de cerca de 600 milhas (em torno de 1.000 km). Uma zona econômica exclusiva, de 200 milhas (320km), protege os litorais tanto do país sul-americano como do arquipélago.

Mas bem no meio existe um espaço de 200 milhas de águas internacionais, fora, portanto, da jurisdição equatoriana. Exatamente lá os militares equatorianos avistaram, há duas semanas, cerca de 260 navios pesqueiros, a ampla maioria de bandeira chinesa.

A presença dessas embarcações preocupa as autoridades equatorianas. "Dissemos aos nossos amigos chineses que esse é um assunto que o Equador vê com muito mal-estar e que a sua população considera que deve ser encerrado", afirmou o ministro das Relações Exteriores, Luis Gallegos, a uma radio local.

O Equador teme uma sobre-exploração da fauna marinha dessa área, o que poderia colocar em risco o delicado equilíbrio do ecossistema das Galápagos e levar à extinção de espécies. O arquipélago de Galápagos é Patrimônio Natural da Humanidade e conta com uma reserva marinha de 133 mil km².

Além disso, há o risco da contaminação das águas pelos dejetos de uma enorme frota pesqueira e o risco adicional da introdução de espécies, pois os navios carregam águas que podem trazer espécies de outros lugares, ameaçando assim a biodiversidade local.

O outro temor é que os navios entrem em águas equatorianas, como disse o ministro da Defesa, Oswaldo Jarrín, em entrevista à emissora Teleamazonas.

O presidente do conselho de governo das Galápagos, Norman Wray, disse à DW que a força naval equatoriana está patrulhando e monitorando os limites da zona econômica exclusiva para evitar qualquer ingresso desses pesqueiros. "Além disso, o governo deixou claro que, sem distinção de bandeira, fará respeitar os direitos marítimos do Equador", acrescentou.

Segundo a ONG ambientalista Conservación Internacional Ecuador, a situação se repete pelo quarto ano consecutivo. "Estão pescando nessa zona, que é extraordinariamente rica por causa da confluência de correntes marinhas", explica o diretor-executivo da ONG, Luis Suárez.

Os temores do governo equatoriano têm fundamento. Em 2017, um cargueiro chinês com 300 toneladas de fauna marinha. "Acredita-se que procuram lulas", comenta Suárez, mas, segundo ele, na época foram encontrados 7.200 tubarões nos porões da embarcação, incluindo espécies ameaçadas, como o tubarão-martelo e o tubarão-seda.

continue a ler aqui


 



Data: 2020-08-04

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)