Início > Artigo > Escondido durante 150 anos num navio naufragado, um perfume perdido ganhou uma nova vida



Escondido durante 150 anos num navio naufragado, um perfume perdido ganhou uma nova vida


O navio naufragado Mary Celestia foi encontrado em fevereiro de 2011 na ilha das Bermudas depois de uma grandes tempestade. Dentro dele, foi encontrado um perfume intacto que esteve escondido durante 150 anos. A fragância foi recriada e ganhou uma nova vida.

Depois de uma tempestade intensa ter atingido as Bermudas em fevereiro de 2011, o guardião de naufrágios históricos da ilha, Philippe Max Rouja, avistou uma proa de um barco, que pertencia ao Mary Celestia, que estava a caminho das forças confederadas da Carolina do Norte quando afundou em 1864.

De acordo com o Atlas Obscura, há mais de 300 embarcações enterradas na ilha, cada uma com a sua própria história e artefactos. Mas esta não é a história do naufrágio, mas sim de um perfume perdido escondido dentro da embarcação.

Após uma semana a examinar os destroços, uma equipa de mergulhadores e arqueólogos encontrou vários artefactos, incluindo sapatos, vinho e dois frascos de perfume. Os objetos estavam embalados juntos, levando a equipa a pensar que poderiam ter sido presentes.

mais detalhes


 



Data: 2020-07-10

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)