Início > Artigo > Empresas do Corredor de Nacala adoptam designação comercial única



MOÇAMBIQUE

Empresas do Corredor de Nacala adoptam designação comercial única


As empresas do Corredor de Nacala, no norte de Moçambique, passam doravante a usar um único nome comercial, denominado Nacala Logistics, que é resultado da fusão das marcas de cada uma, informou o presidente do Conselho de Administração das empresas do Corredor Nacala.

Welington Soares disse que a marca integrada foi criada com o objectivo de dinamizar e fomentar, cada vez mais, a relação comercial entre as empresas moçambicanas do Corredor de Nacala, nomeadamente o Corredor do Desenvolvimento do Norte (CDN) e o Corredor Logístico Integrado de Nacala (CLN) e as empresas Central East African Railways (CEAR) e Vale Logistics Limited (VLL), do Malaui, bem como com os utentes dos seus serviços.

Para o efeito, irá agregar mais valor à cadeia de negócio, bem como facilitar a gestão de todo o Corredor.

Welington Soares disse ainda que, com a nova identidade, espera-se fortalecer os dois principais negócios, logística do carvão e carga geral, optimizar os seus processos e facilitar a identificação perante o público de um único fornecedor de serviços.

“Nacala Logistics é uma marca segura, em que se pode confiar, produtiva, eficaz e inclusiva. Esta identidade vai reforçar o posicionamento do Corredor como empresa sólida e responsável”, disse Soares, citado em comunicado.

A nova marca não vai interferir na identidade jurídica de cada umas das empresas, ou seja, cada uma vai continuar a honrar isoladamente os seus compromissos legais e fiscais.

“Queremos reforçar que esta mudança do nome comercial não significa que vamos criar uma nova empresa”, explicou Soares.

As empresas CDN e CLN, em Moçambique, CEAR e VLL, no Malaui, vão manter-se no mercado e a pagar as suas contribuições ao Estado, além de continuar a garantir emprego a mais de 2500 trabalhadores que temos nas nossas operações”, assegurou Welington Soares. (Macauhub)
 


 



Data: 2020-04-14

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)