Início > Artigo > Há vida nas ilhas desertas de Cabo Verde



Há vida nas ilhas desertas de Cabo Verde


Nas ilhas Indiferentes à força da corrente que ameaça parar o nosso motor de 50 cavalos, vários peixes voadores irrompem graciosamente das ondas, pairando por instantes acima das águas do Atlântico. Do velho semi-rígido em que nos encontramos, a perspectiva da imensidão deste oceano é tão exemplar quanto intimidante. Com os músculos tensos, agarramos com firmeza nas pegas laterais do bote, tentando antecipar na linha do horizonte o contorno do nosso destino, para já invisível.

Avançamos pelo canal que separa duas das ilhas desertas de Cabo Verde. À nossa esquerda, a ilha de Santa Luzia desenha na neblina matinal o seu relevo acidentado; à direita, a crista rochosa do ilhéu Branco rasga a superfície do mar. Dentro de 40 minutos chegaremos ao terceiro e pequeno ilhéu que completa a maior área protegida do arquipélago e cujo nome o faz adivinhar diferente dos anteriores: o Raso.

REPORTAGEM DA NATIONAL GEOGRAPHIC PARA LER NA ÍNTEGRA AQUI

 


 



Data: 2019-06-29

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)