Início > Artigo > Complexo de Suape vai adoptar padrão de relatório internacional de sustentabilidade



BRASIL

Complexo de Suape vai adoptar padrão de relatório internacional de sustentabilidade


Transparência nos moldes internacionais. Essa é aposta do Complexo Industrial Portuário de Suape para os próximos relatórios de sustentabilidade anuais a serem publicados pela empresa, que passará a adoptar os padrões da Global Reporting Initiative (GRI) nesses documentos, nos quais apresenta suas acções económicas, sociais e ambientais. O anúncio foi feito pelo presidente de Suape, Leonardo Cerquinho (na foto).

A GRI é uma organização internacional independente, fundada em 1997, pioneira na criação de diretrizes que conferissem aos relatórios de sustentabilidade a mesma credibilidade, comparabilidade e verificabilidade dos relatórios econômico-financeiros. Atualmente, os padrões GRI são adotadas por cerca de dois terços das 250 maiores empresas do ranking da Fortune 500, com o objetivo de medir o seu desempenho nas dimensões econômica, social e ambiental.

“Consideramos a adoção dessa ferramenta de transparência um marco na gestão do Complexo de Suape”, afirma Cerquinho. O diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Cavalcanti, que também participa do evento, complementa: “ Teremos um relatório mais abrangente, seguindo critérios globais, com ações e compromissos de sustentabilidade em todos os processos e projetos da empresa, que poderão ser consultados por qualquer pessoa interessada”.

Suape já publicou dois relatórios de sustentabilidade (2017 e 2018), atendendo à Lei 13.303/2016 (Lei das Estatais), que estabeleceu a elaboração e divulgação do relatório integrado ou de sustentabilidade por parte das sociedades de economia mista, empresas públicas e suas subsidiárias. A versão 2019/2020 será no modelo GRI, incorporando a metodologia de referência internacional, de forma a tornar ainda mais transparente não só a geração de valor de práticas e ações corporativas, mas também as questões onde há possibilidade de evolução.

Utilizando os mesmos indicadores de outros portos de classe mundial, Suape poderá comparar a eficiência de suas ações com empresas brasileiras e estrangeiras, bem como investidores, colaboradores, fornecedores, agentes reguladores, governo, sociedade e todas as partes interessadas nos dados terão à sua disposição uma importante ferramenta de avaliação integrada.

fonte




Data: 2019-06-29

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)