Início > Artigo > Porto de Nacala supera meta trimestral de manuseamento de carga



MOÇAMBIQUE

Porto de Nacala supera meta trimestral de manuseamento de carga


Janeiro, Fevereiro e Março deste ano foram meses bons para o Porto de Nacala. O negócio aumentou para as empresas, como resultado do crescimento da carga manuseada, de 346 mil toneladas métricas, no mesmo período de 2018, para mais de 510 mil toneladas.

O volume de carga manuseada nos primeiros três meses deste ano foi também melhor que o planificado para o período em análise. Segundo um comunicado de imprensa enviado ao “O País”, o Porto de Nacala previa manusear 452 mil toneladas, mas alcançou 13% acima.

O desempenho assinalável é explicado pelo Porto de Nacala como sendo resultado da atracagem de navios acima do previsto durante o primeiro trimestre deste ano. De acordo com a nota de imprensa, de Janeiro a Março deste ano, foram atracados no Porto 73 navios.

Para ter mais detalhes, a nossa reportagem contactou o Corredor de Desenvolvimento do Norte e sabe que nos primeiros três meses de 2018, o Porto de Nacala recebeu 56 navios. E para o primeiro trimestre de 2019, esperava receber 55 navios, meta superada em 33%.

Na conversa telefónica, a nossa reportagem apurou ainda que o que contribuiu para os resultados positivos é o facto de o Porto ter recebido mais navios com carga. Em situações passadas, recebia navios, mas sem carga, o que não ajudava nos resultados.

O que registou também melhorias é a carga contentorizada. Foram manuseados, no período em alusão, segundo o porto, 18.754 TEUS de contentores contra 15.131 TEUS do período homólogo do ano passado, o que representa um aumento de 24%.

TEUS é uma medida-padrão utilizada para calcular o volume de um contentor.

Nas contas do Corredor de Desenvolvimento do Norte, responsável pela gestão do porto, a capacidade de movimentação de contentores poderá duplicar, com a aquisição recente de uma grua portuária móvel com a capacidade de 124 toneladas de içamento.

“Estamos a investir em equipamentos e mão-de-obra qualificada para atender com a demanda exigida, com vista a tornar sempre o porto sustentável e competitivo”, informou director do Porto de Nacala, Mário Moura, citado na nota de imprensa.


 



Data: 2019-05-04

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família