Início > Artigo > Japão quer investir em porto angolano



NAMIBE

Japão quer investir em porto angolano


A Toyota Tsusho e a agência de crédito à exportação Japan Bank for International Cooperation (JBIC) querem reunir cerca de 525 milhões de euros junto de entidades públicas e privadas do Japão para investir num projecto portuário em Angola, que será o maior do género com participação japonesa, refere a Nikkei Asian Review.

De acordo com a Global Construction Reviw, trata-se do porto de Namibe Bay, no sul de Angola, o terceiro maior do país, depois dos de Luanda e Lobito, e o projecto já contará com a autorização do Presidente João Lourenço. O porto em questão tem ligações ferroviárias a minas de ferro, mas está limtado por falta de gruas e na capacidade de cais, refere a mesma publicação.

O projecto resulta de um acordo entre o Governo angolano e a Toyota Tsusho, que implicará o uso de equipamento e materiais japoneses na intervenção, para a qual Luanda contará com um empréstimo da JBIC, referem meios de comunicação internacionais. Segundo a Nikkei Asiann Review, a JBIC deverá abrir uma linha de crédito superior a 700 milhões de euros (70 mil milhões de ienes) para o Governo angolano.

Segundo a Nikkei Asian Review, o Governo nipónico defende um modelo de exportação de infra-estruturas para países de economias emergentes que mantenha as dívidas externas destes últimos em níveis sustentáveis.

Nesse sentido, o projecto também é encarado como uma reacção à forte presença chinesa no mercado africano, onde estará a sobrecarregar as economias emergentes com dívidas excessivas, no entendimento de alguns analistas. Diz a publicação que actualmente a China será responsável por mais de metade da dívida externa angolana.

fonte


 



Data: 2019-01-15

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família