Início > Artigo > TCP investe em novos pórticos



PARANAGUÁ, BRASIL

TCP investe em novos pórticos


A TCP – empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, está investindo na aquisição de dois novos portêineres fabricados pela empresa chinesa ZPMC (Shanghai Zhenhua Port Machinery Co. Ltd). Os equipamentos, que devem chegar à Paranaguá até agosto de 2019, fazem parte do pacote de investimentos de ampliação do Terminal .

Os portêineres da ZPMC serão os maiores do Brasil, com 66 metros de alça, podendo alcançar até 24 fileiras no navio. “O tamanho dos guindastes é suficiente para atender aos maiores navios de contêineres que atracarão no Brasil nos próximos anos. Isso significa que seremos um dos poucos portos com toda a infraestrutura necessária para receber navios de 368 metros ou mais”, explica Alexandre Rubio diretor Comercial da TCP.

O executivo afirma que, com os novos equipamentos, o parque de equipamentos da TCP estará apto a operar os atuais e futuros navios que fazem a rota do comércio internacional no país. “Essa ausência de restrição permite a rápida atracação no terminal e maior produtividade. Para o cliente, significa menor tempo de permanência no Porto, menos custos e maior confiabilidade na operação”.

Os equipamentos serão instalados no novo cais de atracação do Terminal, que teve suas obras iniciadas em fevereiro e que será ampliado em 220 metros, totalizando 1.099 metros de extensão.

Sobre a TCP

A TCP é a empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá – um dos maiores terminais de contêineres da América do Sul – e a empresa de operações logísticos TCP Log, que oferece serviços de integração da cadeia logística para cargas localizadas no Sul e Sudeste do Brasil.

Responsável pelo maior investimento do setor portuário Brasil na atualidade, onde estão sendo aplicados mais de R$ 550 milhões nas obras de ampliação da capacidade de movimentação do terminal dos atuais 1,5 milhão de TEUs/ano para 2,5 milhões de TEUs/ano, a TCP está se preparando para atender a demanda de mercado brasileiro pelos próximos 30 anos.

Desde março de 2018, a TCP integra o portfólio da China Merchants Port Holding Company (CMPort), o maior e mais competitivo desenvolvedor, investidor e operador de portos públicos da China. Atualmente, as operações e investimentos da empresa se estendem pelas áreas costeiras em Hong Kong, Taiwan, Shenzhen, Ningbo, Shanghai, Qingdao, Tianjin, Dailian, Zhangzhou, Zhanjiang e Shantou. A empresa também vem ampliando sua presença no Sul da Ásia, na África, no Mediterrâneo e na Austrália.

Em março de 2018, o portfólio global de portos da CMPort abrangia 5 continentes, 17 países e regiões e 32 portos. Em 2017 a CMPort movimentou 100 milhões de TEUs.

fonte


 



Data: 2018-07-09

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012