Início > Artigo > Nova Área de Hengqin quer intermediar cooperação da China com os países de língua portuguesa



Nova Área de Hengqin quer intermediar cooperação da China com os países de língua portuguesa


A Nova Área de Hengqin (NAH) pretende vir a ser uma região-piloto para a cooperação económica entre a China e os países de língua portuguesa, disse Yang Chuan, director da comissão administrativa da NAH, em declarações ao jornal China Daily.

Yang disse que a localização da NAH, na foz do rio das Pérolas e adjacente à Região Administrativa Especial de Macau, bem como o seu estatuto de zona de comércio livre, faz com que a mesma seja uma escolha natural para a execução de um programa que vise atrair investimento e expandir as relações comerciais com os países de língua portuguesa.

A comissão administrativa da NAH pretende igualmente aumentar a cooperação com Hong Kong e Macau para desenvolver conjuntamente projectos de logística, turismo, finanças, lazer e comerciais/industriais trans-fronteiriços, ainda de acordo com as declarações ao jornal chinês.

Yang Chuan informou ter ficado concluída a construção do Parque Industrial de Cooperação China – América Latina, com uma área de 244 mil metros quadrados e um custo que excedeu 2,5 mil milhões de yuans (393 milhões de dólares), tendo sido já assinados contractos para o estabelecimento de 15 projectos de empresas latino-americanas.

“Mais de 3000 produtos importados dos países latino-americanos e de língua portuguesa estão expostos e são vendidos nos centros de venda do parque, que foi construído especificamente para ajudar esses países a aumentarem a sua presença nos mercados da província de Guangdong e do resto do país”, disse Yang.

Todos estes projectos exigem transportes, tendo Yang anunciado que uma linha de caminho-de-ferro vai ligar a ilha à linha inter-cidades Cantão-Zhuhai a partir de 2019, estabelecendo a ligação com a rede nacional de caminhos-de-ferro.

Yang disse ainda que uma nova estrada fará a ligação com a ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, estando previsto que entre ao serviço na primeira metade de 2019.

A Nova Área de Hengqin, uma das três zonas-piloto de comércio livre de Guangdong, sendo as outras duas Qianhai em Shenzhen e Nansha em Cantão, tem registado um crescimento anual médio do Produto Interno Bruto de 39,2% ao longo dos últimos três anos, com 18,36 mil milhões de yuans (2,8 mil milhões de dólares) em 2017, tendo o investimento directo estrangeiro crescido 37,77% no mesmo período para se situar em 670 milhões de dólares em 2017. (Macauhub)
 


 



Data: 2018-05-12

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012