Início > Artigo > Em 1997 a LEGO perdeu 4 milhões de peças no mar. Agora vai fabricá-las biodegradáveis



Em 1997 a LEGO perdeu 4 milhões de peças no mar. Agora vai fabricá-las biodegradáveis


A LEGO, fabricante dinamarquesa cujas peças já divertiram centenas de milhões de crianças por várias gerações, decidiu que é hora de tornar os seus produtos mais sustentáveis. A partir deste ano, passa a comercializar as primeiras peças feitas de plástico de origem orgânica, nem mais nem menos do que as figuras de árvores e outros objetos de aparência botânica da sua colecção que, segundo estimativas, compreendem entre 1 e 2% da sua gama de produtos.

continue a ler aqui (em castelhano)


 



Data: 2018-04-01

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família