Início > Artigo > Angola vai comprar à Airbus três aviões para patrulhamento marítimo



Angola vai comprar à Airbus três aviões para patrulhamento marítimo


Angola vai adquirir à Airbus três aviões de patrulha marinha do tipo C-295, para assegurar as missões de observação e vigilância do espaço marítimo e da Zona Económica Exclusiva (ZEE).

O Presidente de Angola, João Lourenço, autorizou a celebração do contrato no valor de quase 160 milhões de euros, entre a empresa Airbus Defence And Space S.A.U, e a Simportex, E.P.

De acordo com o despacho, a implementação deste projeto de aquisição de aeronaves, denominado “Kalunga”, visa dotar a Marinha de Guerra de Angola com meios necessários para a proteção da soberania nacional.

O financiamento da operação será contratado pelo Ministério das Finanças junto do Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP).

fonte


 



Data: 2018-03-31

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)