Início > Artigo > Há uma nova plataforma dos direitos humanos no mar



Há uma nova plataforma dos direitos humanos no mar


A organização de direitos humanos Human Rights at Sea (HRAS) anunciou uma parceria com a sua congénere Business and Human Rights Resource Centre (BHRRC) para desenvolver uma plataforma online que pretende registar casos de abusos dos direitos humanos dos marítimos, anunciando situações internacionais pertinentes entre a indústria do transporte marítimo e da pesca, de forma a identificar as empresas com melhor Responsabilidade Corporativa Social, segundo comunicado da HRAS.

Numa tentativa de continuar os esforços em prol da divulgação de questões de direitos humanos no mar, a HRAS criou a primeira plataforma ligada à BHRRC, que já possui referências a mais de 50 companhias marítimas internacionais como exemplos de casos que podem ser identificados através da função online relativa a indústria marítima, indústria de pesca e desmantelamento de navios.

“Este é outro passo positivo para a campanha de defesa em curso, visando enfrentar a actual falta de transparência na cadeia marítima, particularmente quando se trata de identificar e destacar os casos de abusos no mar. O Business and Human Rights Resource Center é um centro internacional reconhecido por relatórios objectivos e que incentiva a transparência através da divulgação de casos no registo público. A plataforma também nos permite identificar e mostrar exemplos das melhores práticas”, explicou David Hammond, Fundador e Administrador da HRAS.

Também Phil Bloomer, Director Executivo do BHRRC, sublinhou que “desde as condições de trabalho dos marinheiros, à escravidão moderna no sector da pesca, aos ataques violentos de pirataria e ataques do género, à contaminação ambiental que afecta a saúde humana, a indústria precisa de normas e padrões para resolver efectivamente estas questões”.

Desde 3 de Abril de 2014 que a HRSA defende explicitamente os direitos humanos no meio marítimo. Destacam abusos, registando casos de marinheiros desaparecidos e pescadores no mar, desenvolvendo orientação internacional sobre importantes áreas temáticas, divulgando notícias pertinentes e construindo plataformas de redes sociais que permitem divulgar a mensagem principal de que os direitos humanos se aplicam no mar da mesma forma que em terra.

fonte




Data: 2018-01-28

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012