Início > Artigo > Concluídas as obras em berço do Porto de Itajaí (SC)



BRASIL

Concluídas as obras em berço do Porto de Itajaí (SC)


As obras de reforço e realinhamento do Berço 3, no Porto de Itajaí, em Santa Catarina, foram concluídas em dezembro. Ao todo, foram investidos R$ 147 milhões na obra, que vai permitir o aumento da movimentação portuária. Em 2017, o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPA) garantiu os recursos necessários para a conclusão da última etapa da obra.

O empreendimento levou 41 meses para ser concluído, com intervenções que englobaram os levantamentos do cais anterior, elaboração de projetos de execução, demolição e retirada de sedimentos, cravação de estacas para realinhamento do berço, sendo 95 estacas de 50 metros de comprimento por 1 metro de diâmetro (cada estaca foi preenchida com 30 metros de concreto armado), concretagem das lajes e paramentos do berço e acabamentos nas estruturas de instalação de defensas e cabeços de amarração dos navios.

Para o secretário de Fomento e Parcerias do MTPA, Dino Antunes, o Complexo Portuário de Itajaí é de extrema relevância para a logística portuária nacional. “Hoje, temos uma obra terminada, que por si só, representa uma retomada significativa para o Porto. Em maio de 2018, vamos finalizar o projeto como um todo”, afirmou.

Também em Itajaí, estão em andamento as obras no berço 4, com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2018. Atualmente, estão sendo realizados testes de perfuração e fragmentação das interferências submersas (concreto de até 40 centímetros de espessura), provenientes das antigas estruturas dos berços 3 e 4 que ruíram nas enchentes da década de 1980 (83 e 84). De acordo com a direção do Porto e a empresa contratada, para a retirada das lajes é necessária a realização de testes de perfuração para que se garantam a sustentação e a conclusão do Berço 4, que terá extensão de 280 metros de comprimento.

Segundo o superintendente do Porto de Itajaí, Marcelo Werner Salles, a conclusão das obras vai beneficiar toda a cadeia logística da região. Para Salles, o Porto terá condições de receber mais atracações, atender novas demandas, gerar empregos, contribuindo para melhorar a economia e desenvolvimento socioeconômico de Santa Catarina. “A partir de janeiro, teremos 200% da capacidade operacional ativa e isso nos projeta um 2018 excelente para a nossa parte operacional”, avaliou.


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2017-12-21

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família