Início > Artigo > Polónia coloca mais US$ 60 milhões de dólares para Academia de Pescas no sul de Angola



Polónia coloca mais US$ 60 milhões de dólares para Academia de Pescas no sul de Angola


O Governo polaco vai disponibilizar US$ 60 milhões de dólares para a conclusão da terceira fase do projeto da Academia de Pescas e Ciências do Mar do Namibe, inaugurada no sul de Angola.

 Inaugurada pelo vice-Presidente angolano, Manuel Domingos Vicente, a nova Academia é vista pela Polónia como “um bom modelo de cooperação entre os dois povos amigos”, cujo acordo de execução da terceira fase já foi assinado entre as partes, informa a Panapress.

De acordo com o embaixador polaco em Angola, Piotr Josef Myhiwiec, o seu Governo vai definir as obras que serão executadas na última fase, que deverão englobar, essencialmente, a construção de um navio-escola e de um centro desportivo.

A terceira fase compreende ainda a criação de infraestruturas para o empreendedorismo, uma vez que a Academia, enquanto instituição de ensino superior, “também deve fazer investigação e pesquisa”, disse.

Para o efeito, anunciou a vinda de técnicos polacos do setor para consolidar o projeto, a par da transferência de tecnologias.

As duas primeiras fases do projeto, executadas respetivamente de 2009 a 2011 e de 2013 a 2016, permitiram construir a Academia de Pescas e Ciências do Mar com várias estruturas especializadas como o centro de resgate e salvamento, o laboratório de mecânica naval, conjuntos de simuladores e 30 laboratórios em diferentes áreas.

Os trabalhos foram realizados pela empresa polaca Navimor, em cooperação com vários subempreiteiros da Polónia, da China e de Angola.

O valor global do projeto está orçado em US$ 111 milhões de dólares, dos quais 37 milhões financiados pelo Governo polaco e 74 milhões pelo Governo angolano.

A Academia de Pescas e Ciências do Mar do Namibe é uma instituição do ensino superior ligada ao setor das Pescas, que tem como objetivo principal a formação de especialistas e técnicos seniores na área das pescas e ciências do mar em Angola.

A instituição é constituída por três faculdades, designadamente de Pescas, de Processamento de Pescado e de Exploração de Recursos Aquáticos.

A médio e longo prazos, estes serviços podem ser extensivos aos cidadãos da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

fonte


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2017-07-20

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)