Início > Artigo > Governo Inicia Processo De Regularização Do Porto De Fernando de Noronha



BRASIL

Governo Inicia Processo De Regularização Do Porto De Fernando de Noronha


O Porto de Santo Antônio existe de facto, mas não de direito. Agora a Administração da Ilha deu início ao processo de regularização do porto. Técnicos da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), visitaram Fernando de Noronha para avaliar as condições do atracadouro. Pela legislação atual o sector de embarque e desembarque é considerado um porto rudimentar.

Pelo Porto de Santo Antônio passam todas as mercadorias de consumo como alimentos, material de construção que chegam à ilha via marítima, além dos turistase moradores que fazem passeios de barco, mergulho e reboque.

Os técnicos da agência viram a situação atual, como o descarrego de combustível, considerado inadequado por questões de segurança para as que trabalham e circulam na região. É preciso também garantias para evitar desastres ambientais. “Noronha tem um terminal portuário, o local vai precisar de uma licença ambiental, entre outras exigências, para conseguir a regularização”, explicou o especialista em regulação da Antaq, Melzac Amaro da Silva.

mais detalhes


 



Data: 2017-07-03

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)