Início > Artigo > ENH cria sociedades nos projectos de gás do Rovuma



MOÇAMBIQUE

ENH cria sociedades nos projectos de gás do Rovuma


A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) acaba de criar duas sociedades que vão representá-la nos projectos de produção de gás natural da bacia do Rovuma. Trata-se da ENH Rovuma Área UM, SA e a ENH FLNG UM, sociedades que representarão a ENH nos projectos da Área 1 e do Coral Sul da Área 4, respectivamente.

A ENH Rovuma Área UM será responsável pela detenção e gestão do interesse participativo da ENH no projecto da Área 1, enquanto a ENH FLNG UM representará os interesses da empresa no projecto de liquefacção de gás natural do reservatório Coral Sul da Área 4.

Um comunicado de imprensa da ENH enviado, ontem, à AIM refere que a constituição das sociedades surge em cumprimento dos padrões internacionais da indústria petrolífera, que impõem a criação de veículos específicos para a operacionalização de cada “project finance”.

As sociedades são criadas para isolar o risco financeiro do projecto, sendo que apenas as receitas a serem geradas pelo empreendimento deverão ser chamadas a fazer o serviço da dívida. “Esta acção enquadra-se na preparação da ENH para o exercício da sua participação nos empreendimentos de LNG (Gás Natural Liquefeito) na bacia do Rovuma, devendo essas empresas participar nos projectos da Área 1 e da Área 4”, sublinha a nota.

Numa primeira fase, os recursos descobertos na Área 1 serão monetizados através de um projecto de LNG a ser construído em terra, em Palma, na província de Cabo Delgado. “Enquanto isso, o gás descoberto na Área 4 será desenvolvido em duas formas, sendo a primeira de produção, no reservatório Coral Sul, através de uma plataforma flutuante de LNG (FLNG), a ser instalada no alto mar, e a segunda, através de unidades de liquefacção em terra, à semelhança do projecto da Área 1”, lê-se no comunicado.

fonte


 



Data: 2017-06-08

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)