Início > Artigo > Tecon Rio Grande investe US$ 40 mi em novos equipamentos



BRASIL

Tecon Rio Grande investe US$ 40 mi em novos equipamentos


O Tecon Rio Grande, terminal de contentores do Grupo Wilson Sons na cidade de Rio Grande (RS), investiu US$ 40 milhões na aquisição de onze novos equipamentos de cais e pátio. Os três STSs (Ship to Shore Container Crane – responsáveis pela movimentação de contêineres entre o navio e o pátio) e os oito RTGs (Rubber Tyre Gantry Crane – pontes rolantes sobre rodas utilizados na movimentação dos contêineres no pátio), fabricados na China, chegarão ao terminal neste mês de fevereiro e proporcionarão à empresa um ganho estimado de pelo menos 45% na produtividade média.

Com a aquisição, o Tecon Rio Grande passa a ser considerado um dos melhores terminais de contêineres em oferta de equipamentos do Brasil, com um total de 22 RTGs e nove STSs capazes de atender a navios com 22 fileiras de contêineres de largura. Todos os equipamentos são elétricos e não emitem gases de efeito estufa. A escolha pelos novos guindastes reflete a preocupação da empresa com a sustentabilidade de suas operações.

Segundo o diretor-presidente do Tecon Rio Grande, Paulo Bertinetti, o objetivo é equipar o terminal para atender aos novos navios com ganho na produtividade média. “Os novos equipamentos irão oferecer a nossos clientes maior agilidade, otimização de operações e aumento de produtividade. Com isso, atenderemos a uma das principais demandas dos nossos clientes armadores.”, informou Bertinetti.

Para atender a esse novo pacote de equipamentos, foi necessária a compra de 42 caminhões e 18 semirreboques, além da contratação de 80 novos funcionários. O desembarque está previsto para durar entre 4 e 5 dias e a montagem, entre 40 e 50 dias. A expectativa é de que até abril deste ano os equipamentos estejam em pleno funcionamento.

Sobre o Tecon Rio Grande

O Tecon Rio Grande, no Estado do Rio Grande do Sul, é hoje um dos mais importantes terminais de contêineres da América Latina. Empresa do Grupo Wilson Sons, o Tecon está em atividade no Porto do Rio Grande desde 1997, quando venceu a licitação para administrar o Terminal de contêineres. Neste período, vem operando as principais linhas de navegação que escalam o País. Tem cerca de 3 mil importadores e exportadores, tendo se tornado fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado.

Sobre o Grupo Wilson Sons

Uma das maiores operadoras de serviços portuários, marítimos e logísticos do Brasil, a Wilson Sons iniciou suas atividades em 1837, em Salvador, Bahia. Nesses mais de 175 anos de existência, a companhia se estabeleceu pela gestão de seus negócios nos segmentos de terminais portuários, rebocagem portuária e oceânica, apoio marítimo a operações offshore, logística, agenciamento marítimo e indústria.

fonte
 


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2017-02-14

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família