Início > Artigo > Porto de Itajaí é um dos contemplados com o Prêmio Antaq de Sustentabilidade Ambiental Aquaviária



BRASIL

Porto de Itajaí é um dos contemplados com o Prêmio Antaq de Sustentabilidade Ambiental Aquaviária


O Porto de Itajaí recebeu 99.37 pontos na avaliação do seu desempenho ambiental em auditoria realizada pela Agência Nacional dos Transportes Aquaviários (Antaq). O Índice de Desempenho Ambiental (IDA) tem a pontuação máxima de cem pontos e o Porto de Itajaí foi o segundo colocado no ranking da Agência Reguladora, ficando atrás apenas do Porto de São Sebastião, São Paulo. O superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Antonio Ayres dos Santos Júnior, credita esse resultado à política ambiental adotada pelo Porto de Itajaí e ao trabalho coeso e especializado realizado pela Gerência de Meio Ambiente do porto.

O prêmio foi entregue à Gerente de Meio Ambiente, Medelin Pitrez dos Santos, durante a realização do II Seminário de Sustentabilidade Ambiental nos Transportes Aquaviários. Os dois eventos foram realizados no auditório da Confederação Nacional do Transporte – CNT, em Brasília.

No Seminário a representante do Porto de Itajaí também foi palestrante, onde abordou as boas práticas ambientais desenvolvidas pela Autoridade Portuária. O evento contou com a participação de palestrantes divididos em dois painéis: Institucional Ambiental e Gestão do Meio Ambiente. O encontro teve a participação de representantes da Antaq, Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Confederação Nacional do Transporte, Anvisa, Ibama e das áreas de meio ambiente dos portos de São Sebastião, Paranaguá, Santos e Itajaí.

 

Índice de Desempenho Ambiental (IDA)– O método para calcular um índice de desempenho da gestão ambiental em portos organizados foi desenvolvido após a assinatura de um termo de cooperação técnica entre a Antaq e a Fundação Universidade de Brasília, em 2012. Com isso, foi criado o IDA, para avaliar as ações das autoridades portuárias com relação ao atendimento da legislação ambiental e a redução dos impactos ambientais das operações realizadas em suas áreas de administração.

Os 38 indicadores que compõem o IDA foram escolhidos com base em literatura técnica especializada, legislação ambiental aplicável e boas práticas observadas no setor portuário mundial, contemplando aspectos como a existência de licença ambiental vigente, planos de emergência, destinação adequada de resíduos, educação ambiental, segurança do trabalho e monitoramento da qualidade da água.

A grande contribuição do IDA consiste na identificação de possibilidades de melhorias da gestão ambiental dos portos e da elaboração de estudos mais aprofundados e detalhados em torno de temas específicos, possibilitando, assim, o aperfeiçoamento das ações de gestão e das políticas para que se alcance uma melhor compatibilização do setor portuário com o desenvolvimento sustentável.
 


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2016-10-02

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família