Início > Artigo > Guiné-Bissau e Senegal iniciam revisão do acordo marítimo



Guiné-Bissau e Senegal iniciam revisão do acordo marítimo


Técnicos da Agência de Gestão e Cooperação (AGC) entre a Guiné-Bissau e Senegal iniciaram os trabalhos de reavaliação do acordo marítimo assinado há 20 anos.

Na abertura da sessão, o vice-presidente da Comissão Nacional de Avaliação e Renegociação do referido acordo disse que o encontro marca a o início formal do processo de negociação que irá conduzir a conclusão de novos instrumentos reguladores sobre a zona marítima de gestão conjunta.

Soares Sambu afirmou que após a criação da zona marítima conjunta, impunha-se revisar os instrumentos que o regulam bem como avaliar os mecanismos que asseguram a sua gestão.

"Foi essa a razão que levou as autoridades guineenses a propor um novo exercício, que ora começa, e a lançar um olhar retrospectivo sobre todos os aspectos que marcaram a vida dessa zona marítima durante os últimos 20 anos, de modo a descortinar os aspectos bons e maus do acordo", afirmou, Soares Sambu.

Este deputado disse esperar que os trabalhos ora iniciados possam conduzir as partes ao estabelecimento de novas soluções que melhor reflictam os interesses dos dois países e dos seus respectivos povos.

Soares Sambu disse estar convicto de que bons resultados serão alcançados sob o grande empreendimento das equipas técnicas da AGC no encontro das melhores soluções a recomendar as autoridades dos dois países com vista a materialização dos verdadeiros anseios dos dois povos.

Por sua vez, o chefe da delegação senegalesa enalteceu a prontidão da parte guineense em antecipar a data das discussões sobre o acordo da zona marítima conjunta.

Cheickh Tidiane Thiame disse que o governo senegalês não hesitou em aceitar imediatamente a data proposta pela Guiné-Bissau, pois ajudou na antecipação da sessão ora iniciada segundo a agenda dos trabalhos.

O diplomata senegalês manifestou a sua satisfação pela retoma, após 20 anos, da cooperação marítima conjunta e disse esperar uma discussão frutífera dos pontos a serem colocados à mesa, por forma a que sejam seleccionados os assuntos mais importantes com vista ao avanço da referida cooperação entre os dois países.

O acordo para a criacäo da referida agência foi assinado pelos antigos presidentes da Guiné-Bissau e Senegal, João Bernardo Vieira (já falecido) e Abdu Diouf, respectivamente.

fonte


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2016-01-16

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família