Início > Artigo > Oceanos perderam metade da sua população em 42 anos



Oceanos perderam metade da sua população em 42 anos


Pesca e aquacultura são algumas das razões apontadas no mais recente relatório da WWF. Ao pepino-do-mar, por exemplo, bastaram três anos para decair 98% no mar Vermelho

É quase um cemitério de pepinos-do-mar: mais de dez anos depois de a pesca de holotúrias - consideradas uma iguaria de luxo em grande parte da Ásia - ter sido proibida no mar Vermelho, o stock continua a não mostrar sinais de recuperação. A conclusão consta do mais recente relatório sobre os oceanos divulgado pela organização ambiental WWF, que recorda que, só de 1998 a 2001, a população de pepinos-do-mar existente naquele local decaíra 98%. É um caso extremo: a nível mundial, a população de mamíferos, peixes, aves e répteis marinhos decresceu 49% entre 1970 e 2012 - um dado considerado, ainda assim, preocupante.

"A atividade humana danificou seriamente o oceano ao pescar mais rapidamente do que os peixes se conseguem reproduzir, ao mesmo tempo que destruía os seus viveiros", adiantou à britânica BBC Marco Lambertini, diretor-geral da WWF International. De acordo com o documento tornado público ontem e intitulado "Living blue planet report: species, habitats and human well-being" ("Relatório planeta azul vivo: espécies, habitats e bem-estar humano", numa tradução livre do inglês), das 930 espécies de peixe incluídas no Índice do Planeta Vivo (Living Planet Index, em inglês), 352 servem de alimento ao homem. O atum e a cavala, por exemplo, decaíram 74% entre 1970 e 2010. O valor global de 49% refere-se às 1249 espécies de mamíferos, peixes, aves e répteis marinhos analisadas no âmbito deste relatório. Correspondem a um total de 5829 populações.

fonte


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2015-09-17

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)