Início > Artigo > Plataforma continental de São Tomé e Príncipe pode ser alargada, segundo advogado holandês



Plataforma continental de São Tomé e Príncipe pode ser alargada, segundo advogado holandês


A plataforma continental de São Tomé e Príncipe pode ser mais extensa do que as atuais 200 milhas náuticas, considerou o advogado holandês Pieter Van Welzen (na foto), durante uma Conferência sobre Direito do Mar e Segurança Marítima na capital santomense.

"Eu vi alguns documentos de navegação nas Nações Unidas e também estudos que foram financiados pelo Governo da Noruega sobre a plataforma continental de São Tomé e Príncipe e os estudos deixam indicações que a plataforma continental pode ser maior do que as 200 milhas náuticas da zona exclusiva", disse Pieter Van Welzen, Cônsul de São Tomé e Príncipe na Holanda.

Pieter Welzen assegurou, por outro lado, que o alargamento da plataforma continental depende de mais investimentos que o Estado fizer na aquisição dos referidos dados.

A Conferência sobre Direito do Mar e Segurança Marítima foi promovida pelo Instituto Marítimo e Portuário de São Tomé e Príncipe (IMAP).

fonte


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2015-07-03

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)