Início > Artigo > Governo volta a prometer novo porto



MAIO, CABO VERDE

Governo volta a prometer novo porto


Depois de anunciar o restabelecimento das ligações marítimas com o Maio, o Governo anunciou que está a projectar a construção de um novo porto em Ponta de Pau Seco.

Anastácio Silva afirmou que o projecto de financiamento para a construção de um novo porto já deu entrada no Banco Africano de Desenvolvimento e que caso seja aprovado o Estado irá avançar para a construção da infraestrutura que deverá ficar localizada em Ponta de Pau Seco.

Segundo aquele responsável, o Estado estava a estudar duas possibilidades que passavam pela construção de uma infraestrutura de raiz ou então pela recuperação do porto existente. A escolha da primeira opção ficou a dever-se à análise realizada que “demonstrou que a solução de um porto novo na Ponta de Pau Seco seria a solução que envolveria menores custos e maior eficiência económica, financeira e operacional.”

“O novo porto, a construir na Ponta do Pau Seco, disporá de um molhe de protecção com 600 m de comprimento e de um cais, abrigado por esse molhe, com 120 m de comprimento o que garantirá boas condições de abrigo, prevendo-se ainda criar zonas de terrapleno a recuperar ao mar, realizar dragagens, para garantir o canal de acesso e a bacia de manobra para navios, bem como criar uma nova ligação rodoviária de acesso ao porto na extensão de cerca de 2,7 km, prevendo-se que o investimento total atinja um valor total, incluindo equipamento, de cerca de 3.467,4 milhões de ECV, a preços de 2013”, explicou Anastácio Silva.

O projecto será executado em cerca de 30 meses, de modo a que o porto possa entrar em exploração no segundo semestre de 2017.

Quanto ao aeroporto internacional do Maio, infraestrutura já anunciada por diversas vezes, Anastácio Silva garantiu que o "nível de atractividade da ilha ainda não justifica a construção de uma infra-estrutura dessa categoria". Mas o governante afirmou igualmente que "com a publicação da lei de base das concessões das infra-estruturas aeroportuárias e o contrato de concessão que o governo vai assinar com a ASA, vai permitir que esta esmpresa subconcessione a privados caso apareçam interessados". Ou seja, "havendo investidores privados interessados em desenvolver projectos de turismo na ilha o Governo está disponível para negociar os investimentos e eventualmente avançar com a construção do aeroporto internacional, através de uma parceria público privada".

fonte

 


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2015-06-27

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família