Início > Artigo > Fuzileiros portugueses formam forças navais santomenses



Fuzileiros portugueses formam forças navais santomenses


A fragata portuguesa Bartolomeu Dias, com 174 militares a bordo, iniciou esta segunda-feira um exercício de formação de militares da Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe visando o reforço da vigilância da zona marítima deste arquipélago da África Central, segundo a agência Panapress.

A formação dos fuzileiros navais santomenses inscreve-se no âmbito da cooperação técnico-militar existente entre São Tomé e Príncipe e Portugal.

Os oficiais a bordo da fragata portuguesa Bartolomeu Dias estão a dotar os fuzileiros santomenses de capacidades para que eles possam responder aos procedimentos de busca e salvamento, fiscalização e vigilância marítima, o que lhes permitirá garantir a segurança das águas do arquipélago.

As sessões de treino antecedem a viagem dos fuzileiros santomenses e portugueses no quadro do exercício Obangame Express 2015, a decorrer de 18 a 28 do corrente nas águas territoriais do países do Golfo da Guiné, nomeadamente no arquipélago de São Tomé e Príncipe, nos Camarões e no Gana.

Participam no Obangame Express 38 países sob coordenação dos Estados Unidos da América com vista a garantir a segurança marítima no Golfo da Guiné e combater a pirataria.

fonte
 


 



Data: 2015-03-19

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)