Início > Artigo > Operadores em Cabo Verde já podem pescar camarão-soldado, caranguejo e tubarão azul



Operadores em Cabo Verde já podem pescar camarão-soldado, caranguejo e tubarão azul


Os operadores em Cabo Verde já podem pedir autorização para pescar o camarão-soldado, o caranguejo e o tubarão azul que foram incluídos na lista das espécies que podem ser capturadas no país até finais de 2015.

 

Em declarações à Inforpress, o director-geral das Pescas, Juvino Vieira, explicou que essa autorização é dada no âmbito do plano executivo bianual de Gestão de Recursos Haliêuticos para o período de 2014 a 2015.

“Ainda não tivemos solicitação para licença de nenhum operador interessado em capturar essas espécies, mas o nosso objectivo é criar condições para que esses operadores desempenhem a sua actividade. Por isso, e havendo interessados que cumpram todos os requisitos estipulados na lei, serão devidamente licenciados e feito seguimento para exploração desses recursos”, esclareceu.

Segundo Juvino Vieira, como todas as outras pescarias, o procedimento para solicitação e aquisição da é idêntico, observando que só agora estão a autorizar a capturas dessas três espécies, porque antes não havia encomendas para tal.

O plano executivo bianual de Gestão de Recursos Haliêuticos determina ainda um conjunto de medidas que governam a exploração “sustentável e racional” dos recursos de pesca, bem como o licenciamento da actividade.

Para além da captura controlada dessas novas espécies, o plano estabelece que a captura do isco-vivo para a pesca do atum passa a ser permitida numa parceria entre as zonas piscatórias e os armadores.

Em relação ao camarão-soldado, que teve o resultado do estudo para a sua captura apresentado publicamente, o mesmo mostrou que, por ano, podem ser apanhadas nas águas de Cabo Verde 200 toneladas dessa espécie.

O mesmo estudo indicou que a região Boa Vista e Maio contribui com um volume próximo das 140 toneladas/ano de camarão-soldado, ao passo que a área entre as ilhas de São Vicente e São Nicolau tem possibilidades de captura até as 30 toneladas/ano.

fonte


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2014-08-20

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)