Início > Moçambique

Zimbabué quer construir nova ligação e um porto de mar em Moçambique

O governo do Zimbabué está a negociar com investidores potenciais um projecto de muitos milhares de milhões de dólares para ligar o país a um porto a norte do da Beira, em Moçambique, informou o ministro de Desenvolvimento de Infra-estruturas e Transportes.

Moçambique, um mercado promissor para as empresas portuguesas

A “Ficha de Mercado de Moçambique” (agosto de 2015), agora publicada pela AICEP, faz uma análise da economia moçambicana, das relações económicas bilaterais e das condições de acesso ao mercado, apresentando também um conjunto de informações úteis para exportadores e investidores nacionais.

MOÇAMBIQUE

Dois dias e meio será o tempo de carregamento de navios no Porto de Maputo

A Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) vai reduzir para dois dias e meio o carregamento de um navio de 40 mil toneladas, disse o gestor de operações Alexandre Houane, citado pela agência noticiosa AIM. Houane disse ainda que a redução do tempo necessário para carregar um navio, até agora feito em três dias e meio, resulta da recente aquisição, pela MPDC, de dois guindastes móveis destinados a melhorar os níveis de eficiência e produtividade no processamento de carga.

MOÇAMBIQUE

Novo terminal de camiões no Porto da Beira inaugurado em Setembro

As obras de construção do terminal de camiões do porto da Beira, capital da província de Sofala, deverão ficar concluídas em Setembro próximo, informou um responsável da sociedade gestora Cornelder de Moçambique.
A Cornelder de Moçambique é uma parceria público-privada entre a estatal Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique e a Cornelder Holdings, SGPS com sede em Roterdão, Países Baixos, que opera desde 1998 os terminais de contentores e de carga geral do Porto da Beira.

MOÇAMBIQUE

Carvão de Tete exportado através do porto de Nacala a partir de Agosto

Depois da primeira exportação do carvão extraído em Tete ter sido prevista para Dezembro de 2014, o director do Corredor Logístico Integrado de Nacala, José Otoni, anunciou que a venda do minério usando aquele porto só será possível a partir de Agosto do presente ano.

Moçambique com atenção voltada para modernização de portos e caminhos-de-ferro

Carlos Mesquita, ministro moçambicano dos Transportes e Comunicações, admitiu que o país precisa modernizar os portos e os caminhos-de-ferro para aproveitar a sua localização estratégica, com acesso directo ao oceano Índico.

Moçambique deve tirar mercadorias da rodovia

Moçambique tem que transferir boa parte das mercadorias hoje transportadas por rodovia para outros modos, nomeadamente a ferrovia. Quem o defende é o presidente do Conselho de Administração do Banco Millennium Bim, Rui Fonseca, que considerou mesmo ser "inconcebível" que 90% da carga pesada em Moçambique seja movimentada por via rodoviária. "É inconcebível que a maior parte da carga pesada no país seja transportada por via rodoviária. Não é possível, não há estrada que aguente", alertou o líder do maior banco moçambicano, durante a conferência "Os Desafios de Infraestrutura e Logística", realizada em Maputo, no âmbito do Fórum Económico e Social de Moçambique (Mozefo).

MOÇAMBIQUE

Presidente da República inaugura Museu dos CFM

O Presidente Filipe Nyusi inaugurou recentemente, em Maputo, o Museu dos Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM). Para Nyusi nestes 40 de independência a nação moçambicana foi também construída através das ferrovias que nos ligam de um ponto a outro. E, segundo o PR, este museu está fazer a história, um passado que nos honra e nos enobrece.

FERNANDO COUTO:

Moçambique tem de apostar no mar como via eficiente de transporte

O presidente da Comissão Executiva da empresa Portos do Norte defende a aposta na opção marítima para o transporte de pessoas e bens no país como meio importante para colmatar as dificuldades que o país enfrenta em infra-estruturas de transporte. “A cabotagem marítima deve voltar a fazer parte das prioridades, sobretudo nesta altura em que o mercado tem que se ajustar. A melhor via possível para o transporte é o mar, por não ter custos de manutenção”, argumentou o responsável em entrevista ao programa Mozefo.

MOÇAMBIQUE

Nacala em altura de ombrear com Durban

Fernando Couto defende que há aspectos que colocam o porto de Nacala em condições de competir com o de Durban, África do Sul. Argumentou que a preferência das linhas de navegação depende de vários factores, entre eles a distância dos mercados que vão servir. Portanto, todo o mercado que está orientado acima do Zambeze está a pelo menos dois dias de navegação para Durban, que representa muito dinheiro: cerca de 50 mil dólares num navio de dimensões normais.

MOÇAMBIQUE

Corredor de Nacala é caso de sucesso

O Corredor de Desenvolvimento de Maputo (CDM) surge em destaque num relatório do Banco Africano de Desenvolvimento como a iniciativa de interligação regional que mais sucesso tem na região da África a sul do Saara. Num relatório sobre o país recentemente divulgado no âmbito da publicação do “African Economic Outlook – 2015”, o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) reserva um capítulo para analisar o CDM, assim como outros corredores de Moçambique, numa óptica de desenvolvimento regional e integração espacial.

MOÇAMBIQUE

Reforço da Linha do Sena é prioridade para este ano

Carlos Mesquita, ministro moçambicano dos transportes e comunicações, avançou que a conclusão da segunda fase das obras de recuperação e modernização da linha de caminho-de-ferro do Sena, na província de Sofala, é uma das prioridades para 2015 do sector. O governante mencionou ainda como prioridades o início da operação do corredor ferroviário Tete/Nacala e a aquisição de quatro aviões para renovar a frota das Linhas Aéreas de Moçambique.

MOÇAMBIQUE

Estudo de navegabilidade dos rios Chire e Zambeze finalizado em Agosto

Está prevista para agosto a finalização do estudo sobre a navegabilidade dos rios Chire e Zambeze, segundo adiantou o diretor das relações internacionais no Ministério dos Transportes e Comunicações, Fortunato Albreiro. O estudo surge no seguimento de um pedido do Malawi, país vizinho, que pretende utilizar os dois rios para a importação e exportação das suas mercadorias, com a perspectiva de baixar os custos com transportes em cerca de 60%.

Moçambique recebe empréstimo japonês de 280 milhões destinado ao porto de Nacala

Foi assinado, em Maputo, um acordo entre o Japão e aquele país africano para um empréstimo adicional japonês de 280 milhões de dólares, o qual será aplicado na segunda fase do projecto de ampliação do porto de Nacala. Este empréstimo é a última parcela que o Japão concede para o projecto de desenvolvimento do porto de Nacala, depois de em 2012 ter concedido 30 milhões de dólares e de em 2013 ter emprestado mais 70 milhões de dólares, num total de 380 milhões de dólares.

PORTO DA BEIRA, MOÇAMBIQUE

Acesso ainda problemático mas há boas perspectivas

O PORTO da Beira está com problemas de dragagem devido ao assoreamento do canal de acesso, uma situação que, aliada ao mau estado das vias de acesso ao porto leva a que muitos serviços não sejam prestados com a celeridade desejável. Esta situação agrava-se quando há mau tempo, pois fica-se sem segurança para a navegação, sobretudo nocturna, embora a Empresa Moçambicana de Dragagem (EMODRAGA) esteja no terreno a operar.

MOÇAMBIQUE

Construção da base logística de Pemba começa em breve

A empresa chinesa China Harbour Engineering Corporation (CHEC) inicia dentro de 30 dias a primeira fase da construção da Base Logística de Pemba, no norte de Moçambique, informou o director executivo da empresa ENH Logistics.

MOÇAMBIQUE

CFM procura fundos para expandir rede

A Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique pretende angariar 2,3 mil milhões de dólares para financiar o plano integrado de desenvolvimento da rede ferroviária e de instalações portuárias, afirmou em Maputo o presidente da estatal. À margem da cerimónia de encerramento do XIX Conselho de Directores da CFM, o presidente Victor Gomes indicou que com fundos próprios a empresa iniciou a reparação da linha de Sena, que liga a região carbonífera de Moatize ao porto da Beira, de acordo com o matutino Notícias, de Maputo.

MOÇAMBIQUE

CFM com crescimento médio de 25% no sector ferroviário

A estatal moçambicana Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) obteve nos últimos seis meses uma taxa média de crescimento ferroviário de 25% e portuário de 22%, segundo o seu presidente, Vítor Gomes.
Victor Gomes, que falava na abertura da 19ª reunião do Conselho de Directores da empresa, disse que o resultado operacional foi, em 2014, de 2625 milhões de meticais (75 milhões de dólares), o que representa um crescimento de 41% comparativamente a 2013.

FACIM | Feira Internacional de Maputo

A AICEP propõe-se dinamizar a presença nacional na FACIM – Feira Internacional de Maputo, que se realizará em Marracuene de 31 de agosto a 6 de setembro de 2015, assumindo a organização do Pavilhão de Portugal.

MOÇAMBIQUE

Portos de Norte investe em segurança electrónica

As autoridades que gerem o Porto de Nacala anunciaram para breve a introdução de um sistema electrónico de segurança e controlo. A medida visa reduzir os casos de roubo de mercadorias e de outros bens naquele estabelecimento portuário, localizado na cidade de Nacala, província de Nampula. O responsável de segurança do Portos de Norte, empresa concessionária do Porto de Nacala, não avançou a data do início de montagem do sistema de segurança electrónico, muito menos o dinheiro que será investido no processo.

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)