Início > Moçambique

MOÇAMBIQUE

Assinado contrato para dragagem do Porto de Maputo

A dragagem do canal de acesso ao porto de Maputo para permitir a entrada de navios até 80 mil toneladas de arqueação bruta deve iniciar-se nos próximos dias, tendo o respectivo contrato já sido assinado, escreve o jornal Domingo. O contrato, que representa um custo de 100 milhões de dólares para uma empreitada de dez meses, foi assinado entre a Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo e a Jan de Nul Dredging Middle East FZE, uma empresa de dragagem com sede no Dubai, Emirados Árabes Unidos, do grupo familiar Jan de Nul, com sede financeira no Luxemburgo.

MOÇAMBIQUE

JUE confere maior eficiência aduaneira

O DIRECTOR-GERAL das Alfândegas de Moçambique, Aly Mallá, considerou que a Janela Única Electrónica (JUE), o primeiro serviço online do País veio conferir maior eficiência na tramitação de processos aduaneiros, o que permitiu a libertação dos funcionários do manuseamento de papéis para acções mais sistemáticas de controlo de risco.
Para Mallá, com a implementação deste sistema de gestão do processo de desembaraço de mercadorias, há cinco anos, as Alfândegas de Moçambique não só elevaram a capacidade de colecta como também de segurança da receita arrecadada, que passou a ir directamente dos bancos comerciais para o Tesouro.

Transitex oferece novo serviço LCL que ligará a China e Moçambique

No dia 20 de Maio, a Transitex emitiu uma nota divulgando que passará a oferecer um novo serviço LCL (Less than Container Load/carga de grupagem) que conectará a China e Moçambique, procedendo assim a um alargamento da sua oferta, que, como ressalva a empresa, " já incluía saídas regulares de Portugal para o Brasil, Angola e Moçambique". A próxima saída dar-se-á no próximo dia 6 de Junho.

MOÇAMBIQUE

Porto de Nacala recebe rebocadores para manobrar navios de grande porte

O Porto de Nacala acaba de receber dois novos rebocadores de apoio portuário modernos de alta tecnologia com objectivo de potenciar as operações marítimas, para além de permitir a manobra de navios com a capacidade de transportar mais de 210 mil toneladas. Este material é resultante do acordo rubricado entre Corredor de Desenvolvimento do Norte e uma empresa holandesa que opera na área portuária a nível daquele país europeu.

MOÇAMBIQUE

CFM realiza campanha de testagem em saúde em Sofala

O CFM, em coordenação com a ECOSIDA, promoveu uma campanha de aconselhamento e testagem em saúde, no âmbito da implementação das acções do bem-estar no local de trabalho e combate a varias doenças inclusive HIV e SIDA. A actividade foi direccionada as estações ferroviárias de Muanza, Inhaminga, Marromeu, Caia, Sena, Ponte Dona Ana e à direcção Executiva CFM- Centro.

MOÇAMBIQUE

Inspecção do Trabalho escala sector portuário

A INSPECÇÃO-GERAL do Trabalho (IGT) iniciou, em todo o país, uma campanha de fiscalização ao sector portuário, com vista a conferir o cumprimento da legalidade laboral nos locais de manuseamento de carga e das condições de higiene e segurança no trabalho (HST).
A campanha, com a duração de um mês, compreenderá o controlo dos planos de prevenção primária de acidentes de trabalho e doenças profissionais, a sinalização dos perigos e programas de indução, no quadro da legislação em vigor.

IMO promove segurança marítima em Moçambique

A segurança marítima foi um dos temas em destaque num exercício que decorreu em Maputo, nos dias 5 e 6 deste mês, sob os auspícios da IMO, com o objectivo de avaliar o potencial de Moçambique para desempenhar funções de defesa costeira.

MOÇAMBIQUE

Governo alarga por dois anos período de pagamento da dívida da EMATUM

O Conselho de Ministros anunciou, dia 5, o fecho da reestruturação da dívida contraída para financiar a operação da Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM). O novo acordo fechado com os credores alarga por mais dois anos o período de pagamento da dívida e reduz o valor anual de amortização.

MOÇAMBIQUE

Pesca de camarão caiu de 10 mil toneladas ao ano para as actuais três mil

A pesca de camarão reduziu drasticamente nos últimos dez anos, revelou o Mi­nistro do Mar, Águas Interiores e Pescas, Agostinho Mondlane. Há pouco mais de dez anos, o país pescava em média 10 mil tonela­das de camarão por ano e agora essa cifra baixou para apenas três mil toneladas.

Central termoeléctrica flutuante inaugurada em Moçambique

A central eléctrica instalada a bordo de um navio atracado em Nacala foi sábado formalmente inaugurada pelos presidentes de Moçambique e da Zâmbia, Filipe Nyusi e Edgar Lungu, respectivamente. O navio MV Karadeniz Powership Irem Sultan, matriculado na Libéria, que atracou no porto de Nacala a 18 de Fevereiro passado, é uma central eléctrica detida e operada pela empresa com sede em Istambul Karadeniz Powership Co.

MOÇAMBIQUE

Metade das embarcações da EMATUM já têm licença para operar

Metade das embarcações adquiridas pela Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM), para pesca, já têm licença para operar. O Ministro do Mar, Águas Interiores e Pesca, Agostinho Mondlane, assegura que as outras 12 embarcações serão licenciadas ainda este ano, e vão permitir aumentar a pesca do atum no país.

Maputo recebe maior navio jamais atracado em Moçambique

UM navio graneleiro com 292 metros de comprimento e 93.237 toneladas de peso bruto atracou recentemente em Maputo. A embarcação denominada Golden Kathrine é o maior navio a atracar num porto moçambicano e pode carregar até 80.000 toneladas de carga a granel.

Moçambique pretende atrair capital para a cabotagem

O governo de Moçambique está a preparar o enquadramento jurídico-legal para atrair o sector privado a investir na cabotagem, afirmou o ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita. O ministro mencionou algumas das vantagens da cabotagem, como a redução dos preços de transporte de mercadorias e consequente baixa de preços de produtos no destino, bem como a manutenção da coesão nacional, através da ligação norte-sul, que actualmente se faz apenas por estrada.

Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique ganha contrato para transportar milho para o Zimbabué

The National Railways do Zimbabué (NRZ) contratou os serviços da Transnet Freight Rail da África do Sul e da Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique para transportar diariamente 6 mil toneladas de milho a fim de evitar a fome no país, afirmou o director-geral da empresa. O ministro do Desenvolvimento da Agricultura, Mecanização e Irrigação, Joseph Made, informou recentemente precisar o país de importar 700 mil toneladas de milho entre Maio próximo e a próxima colheita em 2017 a fim de evitar a fome decorrente da seca que está a afectar as plantações na maior parte da África Austral.

MOÇAMBIQUE

DESEMBARAÇO ADUANEIRO: Há falta de operadores económicos autorizados

MOÇAMBIQUE carece de Operadores Económicos Autorizados (OEA), figuras“responsáveis, entre outros, pelo desalfandegamento de bens e mercadorias. Esta constatação foi feita em Maputo, durante um seminário de capacitação de OEA, organizado conjuntamente pela Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA) e a Autoridade Tributária de Moçambique (AT).

França propõe a Moçambique projeto conjunto de segurança marítima

O embaixador de França em Maputo defende uma estratégia conjunta para reforçar a segurança contra a pirataria no canal de Moçambique, uma das zonas de maior tráfego marítimo da região. "Os dois países têm a responsabilidade de garantir a segurança no canal de Moçambique e isso poderá ser eficaz com uma estratégia de segurança conjunta", disse à imprensa Bruno Clerc.

Navio turco abastece de energia norte de Moçambique e Zâmbia

Uma central eléctrica instalada a bordo de um navio atracado em Nacala deverá entrar em funcionamento no corrente mês de Março, indo abastecer de energia eléctrica a região norte de Moçambique e a vizinha Zâmbia, noticiou a imprensa moçambicana.
O navio MV Karadeniz Powership Irem Sultan, matriculado na Libéria, que atracou no porto de Nacala no passado dia 18 de Fevereiro, é uma central eléctrica detida e operada pela empresa com sede em Istambul Karadeniz Powership Co.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo poderá receber navios de 80 mil toneladas

A Jan de Nul, uma empresa com sede no Luxemburgo, de­verá iniciar em Maio próximo a dragagem do canal do Porto de Maputo para permitir que esta infra-estrutura possa receber navios de até 80 mil toneladas, refere um comunicado citado pela AIM. O projecto da dra­gagem terá uma duração de 10 meses.
O custo total do projecto é de cerca de 115 milhões de dólares e as partes envolvidas já estão em negociações contratuais.

MOÇAMBIQUE

Movimento de mercadorias no Porto de Maputo caiu quase 20% em 2015

A Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) manuseou, no ano passado, 15.6 milhões de toneladas de carga diversa, cifra que constitui uma queda de 19.17 por cento de volumes comparativamente às 19.3 milhões de toneladas manuseadas em 2014. A queda registada prende-se essencialmente com as difíceis condições vividas nos mercados internacionais, com uma descida acentuada dos preços das "commodities" em comparação com anos anteriores.

Falta de segurança nos portos de Moçambique agrava preço final

A falta de segurança no sistema ferroviário e portuário de Moçambique tem um impacto negativo que se vai reflectir de forma directa no custo final do serviço e dos produtos, afirmou na cidade da Beira o ministro dos Transportes e Comunicações.

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)