Início > Moçambique

Presidente de Moçambique aposta na navegação de cabotagem

O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, disse aos quadros técnicos do Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC) que o governo está impaciente com a lentidão na introdução da cabotagem em Moçambique, cuja concretização poderá contribuir para diversificar a matriz de transporte.
A impaciência de Nyusi foi expressa na sessão do Conselho Consultivo do MTC, no âmbito da recente visita àquela instituição inserida na "ofensiva" que está a realizar aos diversos ministérios que compõem o governo.

Grupo Tokyo Gas interessado no gás natural de Moçambique

O grupo Tokyo Gas pretende comprar gás natural a ser extraído em Moçambique ao abrigo de um programa de diversificação de fornecedores, disse em Tóquio o director executivo do grupo, ao receber o Presidente de Moçambique, de visita oficial ao Japão até quinta-feira.

“Actualmente temos 12 contractos de fornecimento com empresas de países diferentes mas estamos interessados no projecto de Moçambique a fim de diversificar os fornecedores que anualmente nos vendem 14 milhões de toneladas de gás natural”, disse ainda Kentaro Kimoto, citado pela agência noticiosa AIM.

Mota-Engil ganha contrato para construção de linha ferroviária em Moçambique

A construção da linha de de caminho-de-ferro que conectará Moatize (Tete) e Macuse (Zambézia) e o porto de águas profundas de Macuse, em Moçambique, foi adjudicado ao grupo luso de construção civil Mota-Engil - a informação foi avançada em primeira mão por Abdul Carimo, presidente do Corredor de Desenvolvimento Integrado do Zambeze (Codiza), em declarações feitas à Rádio Moçambique.

Grupo Sasol inicia produção de petróleo em Moçambique dentro de 2 a 3 anos

O grupo petroquímico sul-africano Sasol deverá começar a extrair petróleo em Moçambique dentro de dois a três anos, na sequência da descoberta de hidrocrbonetos em dois furos ao largo da costa da província de Inhambane, disse o director executivo Stephen Cornell.

Cornell, que acumula as funções de presidente e presidente executivo conjunto, disse ainda à agência financeira Reuters que estes serão os primeiros poços de petróleo a entrarem em exploração em Moçambique.

MOÇAMBIQUE

Kroll pede mais tempo para concluir auditoria às dívidas da EMATUM, Pro Indicus e MAM

O auditor das dívidas da EMATUM, Pro Indicus e MAM, a empresa britânica Kroll Associates UK, solicitou mais tempo para concluir o processo. O documento deveria estar pronto no final de Fevereiro, mas a Kroll pediu a extensão do prazo para 31 de Março.

MOÇAMBIQUE

Peixe pode render milhões de dólares ao país

Turistas podem gastar por ano cerca de 34 milhões de dólares no país para apreciar no mar o peixe chamado manta, ameaçado de extinção no mundo, conclui um estudo feito pela Associação Megafauna Marinha. Uma das conclusões do estudo que analisa a província de Inhambane é de que, do valor global, cerca de 10.9 milhões seria renda directa dos operadores de mergulho – pessoas que ajudam turistas a observar os peixes no mar.

Serviço de cabotagem em Moçambique com início no 1.º semestre

O serviço de cabotagem em Moçambique deverá iniciar-se ainda no primeiro semestre do ano, estando o governo a criar condições para que isso aconteça, garantiu o ministro dos Transportes e Comunicações.

MOÇAMBIQUE

Concluída a dragagem do canal de acesso ao Porto de Maputo

Em Moçambique, a operação de dragagem do canal de acesso ao porto de Maputo (de 11 para 14,2 metros de profundidade) já está concluída, segundo anunciou a Companhia de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC), sociedade gestora da infra-estrutura. A dragagem permite o acesso ao porto de navios de até 80 mil toneladas, tornando-o mais competitivo.

Miguel José Matabel é o novo Presidente dos Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM)

Numa cerimónia que contou com a presença do Ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita e demais Quadros do Governo, tomou posse, no dia 25 de Janeiro de 2017, o novo PCA da Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Mocambique, Eng. Miguel José Matabel, numa cerimónia dirigida pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário.

Primeiro-Ministro moçambicano quer modernizar e expandir os caminhos-de-ferro

O Primeiro-Ministro moçambicano desafiou o novo presidente do Conselho de Administração dos Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), José Matabel, a apostar na modernização e expansão de infraestruturas, considerando que empresa pública deve pautar-se pela austeridade. “Esperamos que, na sua liderança, continue a modernizar e expandir as infraestruturas ferro-portuárias em Moçambique”, disse Carlos Agostinho do Rosário, durante a cerimónia de tomada de posse do novo presidente dos CFM, em Maputo.

MOÇAMBIQUE

Vice-Ministra dos Transportes e Comunicações visita Linha do Limpopo

A Vice-Ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo, visitou a Linha férrea do Limpopo, a fim de se inteirar dos estragos causados pelas chuvas fortes que têm fustigado a cidade e província de Maputo, tendo causado a interrupção da circulação de comboios na madrugada do dia 16 de Janeiro, devido ao deslizamento de terra em quatro pontos, sendo dois na cidade de Maputo, e os outros dois no distrito da Manhiça.

Governo de Moçambique regulamenta acesso ao mar

O governo de Moçambique pretende regular o acesso ao mar através da Política Estratégica do Mar, que entrará em vigor este ano, disse o ministro do Mar, Pescas e Águas interiores, Agostinho Mondlane, citado pelo jornal O País.

O ministro adiantou que a adopção daquela política estratégica, que fará com que o acesso ao mar para actividades como a pesca ou pesquisas deixe de ser livre, visa permitir o aproveitamento do potencial da costa moçambicana.

MOÇAMBIQUE

Avança o processo de selecção de empresa que se juntará à Transmarítima na cabotagem

O Ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Carlos Mesquita, adiantou que está a decorrer o processo de selecção de uma empresa que se irá associar à estatal Transmarítima para iniciar, ainda este ano de 2017, o serviço de cabotagem.

EXPANSÃO DO PORTO DE NACALA, MOÇAMBIQUE

Obras da 2.ª fase a partir de Março

ARRANCA em Março a segunda fase da reabilitação e expansão do Porto de Nacala, em Nampula, abrindo uma janela para o aumento da capacidade de manuseamento de carga de importação e exportação e em trânsito de e para os países vizinhos.
Orçadas em 400 milhões de dólares norte-americanos, financiados pelo Governo do Japão, as obras permitirão que o porto tenha mais parques para contentores e instalação de novos equipamentos.

MOÇAMBIQUE

Samora Machel nos CFM

O Museu da Empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique- CFM, promove uma exposição em homenagem ao 30.⁰ aniversário da morte do primeiro Presidente de Moçambique independente. A Exposição, sob o lema “SAMORA MACHEL E OS PORTOS E CAMINHOS DE FERRO DE MOÇAMBIQUE” está patente no átrio da Estação dos CFM, na cidade de Maputo, até finais do corrente ano.

Vale Moçambique retoma envio de carvão pela linha do Sena

As composições carregadas de carvão mineral extraído em Tete da empresa mineira Vale Moçambique recomeçaram a percorrer a linha de caminho-de-ferro do Sena rumo ao porto da Beira, na província de Sofala, após alguns meses de paralisação, escreve o jornal Notícias, de Maputo.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo já abastece navios em combustíveis e lubrificantes

O Porto de Maputo dispõe, desde 1 de novembro, de serviços de abastecimento de combustíveis e lubrificantes a navios ‘bunkering’. Com base nestes serviços, o porto pode agora disponibilizar combustíveis e lubrificantes, não só a navios que atracam no porto mas também na zona de ancoradouro.

MOÇAMBIQUE

Utilizar o mar de forma sustentável

A SUSTENTABILIDADE económica, social, cultural e ambiental do mar só será possível com a utilização racional dos seus recursos, de modo a garantir que estes estejam disponíveis não só para a geração actual, mas também para a futura. A ideia foi defendida em Maputo pelo Ministro do Mar Águas Interiores e Pescas, Agostinho Mondlane, no lançamento da Consulta Pública sobre a elaboração da Política do Mar e sua Estratégia de Implementação.

MOÇAMBIQUE

Cuamba e Lichinga novamente ligadas por ferrovia

Foi restabelecida a ligação ferroviária de 272 quilómetros entre Cuamba e Lichinga, depois de uma paralisação de seis anos devido ao avançado estado de degradação da mesma. A concessionária Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN) adiantou que as obras de recuperação da linha custaram cerca de 100 milhões de dólares, desembolsados pelos respectivos acionistas.

MOÇAMBIQUE

É possível rentabilizar a EMATUM

A Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM) tem tudo para gerar empregos, lucros e, mais importante, em meia dúzia de anos, pode saldar a dívida de 800 milhões de dólares que serviu para a aquisição das 27 embarcações. Quem o diz é o antigo director de frota da extinta NAVIQUE, Mário Dimene, que sublinha que aqueles barcos devem ser habilitados a pescar mais do que atum.

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012