Início > Guiné-Bissau

PORTUGAL

Leixões recebe a visita da Administração dos Portos da Guiné-Bissau

O Porto de Leixões recebeu no dia 28 de novembro a visita da Administração dos Portos da Guiné-Bissau, que teve como objetivo conhecer a realidade da maior infraestrutura portuária do noroeste peninsular.

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) tem vindo a colaborar com os Portos de Guiné-Bissau, tendo de momento um projeto de cooperação e apoio à implementação de defensas no Porto de Bissau.

Dinamarca financia workshop sobre segurança marítima no Golfo da Guiné

No âmbito de proporcionar segurança marítima nos portos do Golfo da Guiné, a Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla inglesa) desenvolveu um workshop regional, este mês, em Tema, no Gana, para “construir capacidade nacional para instaurar segurança nos portos”, pode ler-se no comunicado oficial da organização.

Guiné-Bissau e União Europeia assinam novo acordo de pescas

A Guiné-Bissau e a União Europeia assinaram um acordo de pesca para que navios de alguns países europeus possam operar nas águas territoriais do país, anunciou em Bissau a ministra das Pescas.
Adiatu Nandigna disse que a União Europeia acordou pagar à Guiné-Bissau 15,6 milhões de euros anuais durante cinco anos, sendo que pelo anterior acordo Bissau recebia cerca de 9,5 milhões de euros anuais.

Porto de Bissau vai ser dragado com financiamento do BAD

Os trabalhos de dragagem do porto de Bissau, capital da Guiné-Bissau, poderão arrancar ainda no decurso deste ano ou princípios do próximo, na sequência da concessão de 15 mil milhões de francos Cfa concedidos pelo Banco Africano para o Desenvolvimento (BAD) às autoridades guineenses para financiar a obra, informa o Ministro dos Transportes e Comunicações, Serifo Djaquite.

O ministro confirmou que a Direcção da Administração dos Portos de Bissau e o BAD rubricaram um acordo neste sentido e o montante em causa já foi desbloqueado para o início dos trabalhos.

Guiné-Bissau retoma negociações para acordo de pescas com a União Europeia

A Guiné-Bissau vai retomar as negociações do acordo de pescas com a União Europeia, anunciou o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, quando participava na festa do Dia da Europa, que decorreu nas instalações da União Europeia em Bissau.

O primeiro-ministro disse que apesar do acordo de pescas ser uma questão comercial, a União Europeia, sendo o principal doador do mundo, “tem conduzido essas negociações na base de um espírito de cooperação, de solidariedade e não numa base puramente comercial.”

Missão Mar Aberto: navio português parte de Bissau e segue para a Mauritânia

O navio hidrográfico NRP D. Carlos I, no âmbito da Iniciativa Mar Aberto 17 permaneceu atracado no porto de Bissau no período de 13 a 27 de outubro, tendo largado na manhã de sexta-feira em direcção a Nouakchott, na Mauritânia, onde se prevê atracar no dia 31.

Marinha portuguesa vai fazer nova carta de navegação do Porto de Bissau

A Marinha portuguesa vai fazer um levantamento hidrográfico da bacia de Bissau no rio Geba, para fazer uma nova carta de navegação que permita aos navios decidirem um percurso mais seguro para chegar ao porto da capital guineense.

Navio da Marinha Portuguesa apoia ONGD através do transporte de material e consultas médicas a crianças carenciadas da Guiné Bissau

O navio hidro-oceanográfico da Marinha “D. Carlos I”, que se encontra na Guiné-Bissau a efetuar uma missão cientifica para o levantamento hidrográfico do porto de Bissau e rio Geba, apoiou a Organização Não Governamental para o Desenvolvimento "Meninos do Mundo", transportando desde Portugal, material de apoio (roupas, brinquedos e material escolar) para crianças carenciadas.

Guiné-Bissau espera acordo de pescas com a UE em Setembro

O valor da contrapartida paga pela União Europeia pelo direito de pescar em águas guineenses parece ser o principal obstáculo a um acordo sobre pescas.

Duas empresas concorrem à concessão do principal porto comercial da Guiné-Bissau

  Duas empresas internacionais concorreram à gestão do principal porto comercial da Guiné-Bissau e até agosto o Governo guineense irá anunciar o vencedor do concurso, disse à Lusa o ministro dos Transportes, Fidélis Forbs.
O governante respondeu desta forma às informações postas a circular no país segundo as quais o Porto de Bissau "teria sido já vendido ou concessionado por um período de 90 anos" a uma empresa estrangeira.

Guiné-Bissau e União Europeia ainda sem acordo para pescas

A quarta ronda de negociações do acordo de pescas entre a União Europeia e a Guiné-Bissau ficou marcada por divergências, nomeadamente a nível da contrapartida financeira europeia. Bissau e Bruxelas mostraram, no entanto, vontade de regressar em breve às negociações, de modo a ultrapassar questões financeiras e técnicas que permitam a entrada em vigor do acordo, em novembro.

Retomada a ligação marítima entre Bissau e as ilhas de Bijagós

Vai ser retomada a ligação marítima entre Bissau, na Guiné-Bissau, e as ilhas de Bijagós com o objectivo de desenvolver turisticamente a região insular. A Guiné-Bissau vai receber dois navios, um de passageiros com a capacidade de transportar 400 pessoas e outro de transporte de materiais de construção, viaturas e outras cargas.

Presidente da Guiné-Bissau denuncia pesca ilegal na Zona Económica Exclusiva

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, denunciou que 90 barcos estão a pescar de forma ilegal na Zona Económica Exclusiva (ZEE) do país e disse que "alguém está a ganhar" com a prática, mas não identificou quem.

O líder guineense fez a revelação à margem de uma visita que efetuou a um navio da organização ambientalista Greenpeace que se encontra em digressão a vários países da costa ocidental de África para promover a pesca sustentável, informa a agência Lusa.

Marinha Portuguesa em missão no Golfo da Guiné

A fragata Álvares Cabral (NRP Álvares Cabral) largou recentemente da Base Naval de Lisboa para uma missão na região do Golfo da Guiné com a duração de dois meses, como parte do contributo de Portugal para o esforço internacional de capacitação dos países do Golfo da Guiné em matéria de segurança marítima e combate às atividades ilícitas no mar.

Guiné-Bissau vai exigir contrapartidas pelas licenças de pesca atribuídas a navios estrangeiros

O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, quer que as licenças de pesca marítima do país só sejam atribuídas a quem descarregar pescado no mercado guineense ou ali comprar combustível para os navios.

"Sejam eles [navios] da União Europeia, da Rússia ou de outros países, as regras têm que ser estas", defendeu José Mário Vaz, que considerou inadmissível que navios estrangeiros, ao abrigo de licenças de pesca, trabalhem nas águas territoriais do país sem deixar algum pescado para o consumo da população.

EM MARÇO DE 2017

Empresa da China inicia construção de porto de pesca na Guiné-Bissau

A empresa chinesa Fujian Shiahai inicia em Março de 2017 a construção do porto de pesca e de um hotel na localidade de Prabis, no norte da Guiné-Bissau, anunciou este fim-de-semana o representante local da empresa, Fodé Djassi.
Fodé Djassi adiantou que da parte chinesa estão criadas todas as condições, nomeadamente o capital necessário para financiar as obras em Prabis, faltando apenas que as autoridades da Guiné-Bissau aprovem os pedidos de autorização apresentados.

ESTA SEXTA-FEIRA, EM LISBOA

Conferência «Governança e Mercado: Região da CEDEAO»

A conferência "Governança e Mercado: Região da CEDEAO", organizada pelo Centro de Estudos Africanos e pela Câmara de Comércio e Indústria Portugal Guiné Bissau, realiza-se no dia 6 de janeiro de 2017, no Auditório Óscar Soares Barata, no ISCSP.

Guia de Investimento sobre a Guiné-Bissau

Foi lançando um Guia de Investimento sobre a Guiné-Bissau com o objetivo de dar a conhecer o ambiente económico para quem quer investir no país. O guia faz um enquadramento sobre o ambiente de negócios, a estrutura produtiva e o comércio internacional relativo à Guiné-Bissau, nomeadamente sobre o facto de o país africano integrar os espaços económicos da CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) e da UEMOA (União Económica e Monetária do Oeste Africano).

CE volta a colaborar com a Guiné no combate à pesca ilegal

A Comissão Europeia (CE) retirou recentemente a República da Guiné da lista de países não cooperantes em matéria de pescas, na sequência de melhorias significativas na política de pescas do país e no reforço do seu empenho no combate à pesca ilegal, não regulada e não relatada.

DE 9 A 11 DE ABRIL

Guiné-Bissau acolhe encontro empresarial entre China e CPLP

A Guiné-Bissau acolhe, de 9 a 11 de Abril, o encontro de empresá­rios da China e da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP), confirmou o embaixador da China na Guiné­-Bissau.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)