Início > Artes

BRASIL

Importantes navios da navegação de cabotagem, os Itas já brilharam no Carnaval

Importantes navios da navegação de cabotagem no Brasil, que transportaram inumeráveis passageiros pela costa do País, os Itas já brilharam no Carnaval do Rio de Janeiro. Em 1993, a escola de samba Acadêmicos do Salgueiro adotou como enredo "Peguei um Ita no Norte", cantando a história dessas embarcações. A agremiação não só foi campeã como tornou o samba um dos mais conhecidos do Brasil, com o seu "Explode, coração, na maior felicidade / É lindo meu Salgueiro, contagiando e sacudindo essa cidade".

COM VÍDEO

Skeleton Sea: esculturas made in Ericeira feitas com resíduos recolhidos nas praias

Em Outubro, dezenas de voluntários ajudaram a dupla Skeleton Sea a recolher resíduos para a construção de uma escultura gigante – primeiro no belo Portinho da Arrábidas, depois nas Docas dos Pescadores, em Setúbal.
“As docas estão cheias de lixo, por isso começámos a limpá-la. Ficamos muito felizes por participar e ajudar nestas actividades, espalhando a mensagem de como é importante manter os oceanos limpos”, explicou ao Economia Verde Xandi Kreuzeder, dos Skeleton Sea.

Rui Quinta, designer de comunicação e peixeiro

Nascido numa família de peixeiros, Rui Quinta prometeu a si próprio nunca o ser. A vida trocou-lhe as voltas e aos 33 anos abriu em Lisboa a Peixaria Centenária. O designer de comunicação orgulha-se de "desenhar" com criatividade os seus negócios, dos quais faz ainda a parte a marca Toyno.

Estreia nos cinemas saga da emigração alemã para o Brasil

"A outra pátria" completa o épico de Edgar Reitz sobre um vilarejo fictício na região do Hunsrück, sudoeste da Alemanha. Desta vez, o director retrata em grandes imagens de época a emigração alemã para o Brasil.

STARLIGHT

Clip gravado a bordo pela Banda Muse

Para os que gostam de uma boa música e ainda apreciam a vida no mar, disponibilizamos este video clip, da Banda Muse. A banda gravou o clip Starlight a bordo do Navio Ocean Chie, um navio de carga geral, 52370 TPB, 190 metros, de bandeira panamenha e tripulação de maioria indiana.

MAR GRÁFICO

O segredo do abismo

A 5 de Fevereiro de 2012, cientistas e engenheiros russos conseguiram levar uma broca até a superfície do lago Vostok, na Antártida, o maior lago abaixo de uma geleira do mundo. Os russos estão há 20 anos perfurando os 3.769 metros de neve e gelo até o reservatório de água pristina, isolada do restante do mundo há 15 milhões de anos.

Fernão de Magalhães celebrado em selos

De Portugal, naturalmente; do Brasil, do Chile, Ruanda, Djibouti, Guiné-Bissau, S. Tomé e Príncipe, Laos, Bulgária, Ilhas Cook...

Tom Hanks comandante de navio

Tom Hanks está de volta ao mar, não mais como náufrago, e sim como comandante de um navio mercante. Foi assim que fotografaram o actor na ilha de Malta, no Mar Mediterrâneo, subindo o portaló de um navio mercante, para interpretrar o papel do Capitão de Longo Curso Richard Phillips.
O novo filme conta uma história real, do CLC Phillips, que comandava um navio porta-contentores de 155 metros, tomado por piratas somalis. Os factos que se seguiram foram dramáticos, o que motivou Hollywood a produzir um filme retratando oque ocorreu na época.

WINSLOW HOMER

Pintando o mar

Winslow Homer (1836-1910) é ainda hoje considerado um dos maiores pintores novecentistas norte-americanos. Nascido em Boston, passou largas temporadas da sua vida em Inglaterra, onde acabou por adquirir o seu distintivo gosto pela pintura de cenas marítimas. Começa como ilustrador e cobre a Guerra Civil enquanto jornalista. A sua aprendizagem é feita de forma completamente autodidacta, passando da litografia à pintura a óleo e a aguarela, onde os críticos dizem ter-se tornado um mestre exemplar.

Portos-bestas

Há uma tradição de descrições de máquinas como seres monstruosos (podemos pensar nas engrenagens que engolem Carlitos em “Tempos modernos”). Os portos, com seus guindastes, armazéns, esteiras, cargueiros, contêineres, oferecem matéria-prima para os artistas que procuram um espaço propício inventar suas bestas mecânicas.

E se não houvesse oceanos?

As águas oceânicas ocupam 71% da superfície da Terra, o que significa que desempenham um papel extremamente importante na regulação da vida do planeta. As interacções entre o oceano e a atmosfera condicionam o clima mundial. Não só pela distribuição de calor no globo, através das correntes marinhas, como também pela sua importância no ciclo da água, pois no oceano existe 97% de toda a água.
E se não houvesse oceanos?

Anna Bella Geiger e o mar

Anna Bella Geiger é uma artista-chave na produção contemporânea brasileira. Sua obra se faz presente desde a afirmação da arte abstrata no país, assumindo nas décadas seguintes papel protagonista na nova figuração dos anos 1960, nas investidas experimentais questionadoras do conceito de arte da década de 1970 (nas quais a crítica política ao regime vigente ganha ênfase) e nas pesquisas dedicadas à pintura nos anos 1980, focos de seu trabalho na Coleção João Sattamini / MAC Niterói.

BRASIL

Banda pop grava videoclip no Porto de Fortaleza

Inserida nas acções de fortalecimento da relação Porto x Cidade, a Companhia Docas do Ceará (CDC) recebeu a banda cearense Soulpop para gravação de clipe musical e sessão fotográfica. O trabalho começou ainda na madrugada do dia 9 de Fevereiro e só finalizou ao por do sol, com imagens da banda no pátio de contentor do Porto de Fortaleza.

Ó MAR PINTADO, QUEM TE PINTOU...

J.M.W. Turner, o grande pintor do Mar

Turner foi um dos pintores mais importantes da sua geração, tendo o seu trabalho precedido as aventuras dos impressionistas. Foi também um homem do Mar, na condição de marinheiro, homem contemplativo e criador.

SANTA CATARINA - BRASIL

Documentário sobre «Homens do Porto»

O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina lançou a Edição “Justiça em Movimento”, como uma série de12 reportagens realizadas durante três anos sobre a realidade das relações de trabalho em diversas categorias de trabalhadores. Entre essas reportagens, Portogente destaca o documentário “Homens do Porto”.
O documentário “Homens do porto” mostra que o trabalho avulso nos portos brasileiros é uma das relações de trabalho mais difíceis de entender, tratar e julgar. Conclui que os portuários são a categoria de trabalhadores mais antiga que se tem notícia no país e existe desde os embarques de pau brasil. Essa experiência responde por conquistas trabalhistas, com destaque para o controle das contratações pelos próprios trabalhadores, por meio de seus sindicatos.

CINE-ESPLANADA FLAMINGO

Ali Zaoua, o menino que dormia no porto de Casablanca

Um filme como Ali Zaoua (Nabil Ayouch, 2000), por exemplo, explora habilmente o imaginário infantil para falar do desejo de viagem real e imaginária como meio de fugir da realidade social de Marrocos. A partir das leituras que sua mãe lhe fazia, Ali, criança de rua que dorme no porto de Casablanca, imagina um país onde tem dois sóis e para onde ele quer zarpar com uma bússola que carrega no bolso. No fim do filme ele tem direito ao funeral digno de um “príncipe” e é conduzido a este país imaginário por seus compadres e demais meninos de rua de Casablanca. Todos embarcam com o corpo de Ali a bordo de uma pequena embarcação.

ESTÚDIOS KALUNGA

KURIKUTELA – DO PORTO DO LOBITO AO LUAU - O comboio celebrado pelo Duo Ouro Negro

Comboio-Mala é uma das canções, mas a que ficou no ouvido de todos foi “Kurikutela”. O “Duo Ouro Negro” contava, em “Kurikutela”, a estória de uma viagem no Caminho de Ferro de Benguela.
Kurikutela foi a música de estreia de Raul e Milo no Cinema Restauração, em Luanda, e mais tarde no Cinema Roma, em Lisboa.

ESTÚDIOS KALUNGA

Maron di Mar | Zé Manel | Guiné-Bissau

Estreamos hoje secção com músicas tendo o mar por tema. Em quimbundo, o mar chama-se kalunga, mas a sereia não se chama Kalunga. Este nome é aplicado a um outro ser sobrenatural, chamado Kalunga Ngombe ou KalungaNgumba, consoante as regiões, que é o espírito que preside ao reino dos mortos. Por vezes, em vez de se dizer que alguém morreu (uafu), diz-se que o falecido foi levado por Kalunga (Kalunga ua mu ambata). Este nome kalunga está, portanto, associado a algo que é eterno, como a morte, ou imenso, como o mar. Em umbundo, Kalunga significa Deus.

 

CAMERON CHERNOFF

Sea God

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família

em rotinas.php:
UPDATE banners SET JaVisto = JaVisto + 1 WHERE nID =