Início > Ambiente

Cientistas Polares definem novas áreas de intervenção urgente na Antártida

O Scientific Committee on Antarctic Research (SCAR) reuniu 75 cientistas e decisores políticos de 22 países, entre os quais José Xavier, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), para identificar quais as novas áreas de intervenção urgente na Antártida.

Cientistas descobrem peixe hermafrodita que muda de sexo 20 vezes por dia

Uma nova pesquisa descobriu que o pequeno peixe hermafrodita de recife Serranus tortugarum, com não mais do que 7,6 centímetros de comprimento, pode trocar de papéis sexuais com o parceiro até 20 vezes por dia. O peixe usa uma estratégia reprodutiva conhecida como “negociação de ovo”, na qual subdivide a sua quantidade diária de ovos em “pacotes” e alterna os papéis sexuais com o seu parceiro, acasalando ao longo de uma sequência de desovas.

Oceanos recuperaram após acidente de Fukushima, dizem cientistas

Os cientistas acreditam que, após o acidente na usina nuclear japonesa de Fukushima 1, o nível de radiação nos oceanos voltou ao normal. Esta conclusão consta do relatório do Comitê Científico de Pesquisas Oceânicas (Scientific Committee on Oceanic Research), que reúne especialistas de todo o mundo. O acidente ocorreu em março de 2011.

Estudantes estão a criar uma bactéria que come o plástico dos oceanos e o transforma em água

Duas universitárias estão a desenvolver uma bactéria capaz de degradar plástico. Miranda Wang e Jeanny Yao vivem em Vancouver, no Canadá, e estão a desenvolver a ideia desde que estavam no secundário. O objectivo é criar uma bactéria que se alimenta dos resíduos plásticos, devolvendo água e CO2 para os oceanos.

AUSTRÁLIA

Descoloração atinge 93% da Grande Barreira de Coral

A Grande Barreira de Coral na Austrália está a sofrer a pior crise de descoloração desde que há registos, com 93% da área já afetada, anunciou uma equipa de cientistas de uma universidade australiana.
Os investigadores da James Cook University afirmam que a observação aérea e subaquática da Grande Barreira de Coral mostra que apenas 7% do recife escapa ao fenómeno do branqueamento ou descoloração do coral, provocado pelo aumento da temperatura da água.

Pólo Norte a caminho de Londres

Não é de agora que se sabe que o Pólo Norte não está sossegado, como parece nos globos. O chamado Pólo Norte geográfico - o ponto por onde passa o eixo de rotação da Terra - vai-se deslocando lentamente, como resultado do movimento de rotação do planeta. Até ao ano 2000, movia-se em direção ao Canadá, num ritmo de dez centímetros por ano. Na viragem do milénio, acelerou, passando a deslocar-se 17 centímetros por ano, e rodou 75 graus, rumo a Londres.

Projecto sobre acidificação dos oceanos vence prémios L’Oreal

Nos últimos anos, Ana Faria esteve a analisar o desenvolvimento das fases iniciais de cinco espécies de peixe quando são submetidas a um pH mais ácido. Estima-se que o pH dos oceanos irá descer até 2100 de oito para 7,7, porque estão a absorver o excesso de dióxido de carbono na atmosfera, emitido pelas actividades humanas e responsável pelo efeito de estufa. A diferença de 0,3 “parece muito pouco, mas a escala do pH é logarítmica, e essa diferença é bastante”, diz a investigadora, doutorada em ecologia marinha, e a trabalhar no ISPA – Instituto Universitário.

O mar português como resposta à dor crónica. Sea4us desenvolve analgésico inovador

Substituto de morfina com algas marinhas e moluscos é retirado das águas da costa marítima nacional por investigadores portugueses. Esta é a segunda história de 20 empresas que já ganharam os fundos europeus do programa 2020.

ANGOLA

Autoridades ambientais apostam em áreas marítimas de conservação transfronteiriça

O Ministério do Ambiente, no quadro das suas estratégias de preservação e conservação da biodiversidade angolana e do aproveitamento racional dos recursos naturais disponíveis, com os parceiros, prevê, para 2016, criar as duas primeiras zonas transfronteiriças marítimas ao longo do atlântico.

Jovem de 20 anos tem solução para os plásticos nos mares

Um jovem holandês de 20 anos chamado Boyan Slat largou um curso de engenharia aerospacial para desenvolver uma tecnologia que ajude a resolver o problema - ele é mergulhador e conta que um dia, no fundo marinho junto a uma ilha grega, viu mais plástico do que peixes. Três anos depois de lançar mãos à obra, Boyan Slat tem um protótipo pronto, que já experimentou com sucesso em ambientes aquáticos restritos, e que pretende agora testar pela primeira vez em mar aberto, em 2016, perto do Japão.

Austrália aprova expansão de porto de carvão perto da Grande Barreira de Coral

É uma medida controversa. Os ambientalistas dizem que o projeto ameaça a Barreira, Património da Humanidade. O governo da Austrália aprovou uma expansão portuária para apoiar projetos ligados à extração de minério e dragagens, que podem pôr em risco a Grande Barreira de Coral.

BRASIL

Pesquisador de alterações climáticas visita Porto de Santos

O director do comitê científico da Associação para a Colaboração entre Portos e Cidades (Rete), Rinio Bruttomesso, foi recebido na sede da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), pelo diretor presidente Alex Oliva.

ICS

Navios construídos após 2025 serão 30% mais eficientes e poderão reduzir emissão de CO2 em 50%

A indústria de transporte marítimo global, representada na Conferência das Nações Unidas em Paris pela Câmara Internacional da Marinha Mercante (ICS), apoia plenamente um acordo global e feito de cooperação, em prol do combate contra as nefastas alterações climáticas. O compromisso de redução ambiciosa das emissões de CO2 em toda a frota mercante mundial é um objectivo crucial e será possível se mais regulamentação contínua for fomentada pela Organização Marítima Internacional das Nações Unidas (IMO).

O primeiro mapa-mundi da água subterrânea do planeta

É a primeira vez que os investigadores mergulham neste assunto. Um grupo de hidrólogos do Canadá, Estados Unidos e da Alemanha realizaram o primeiro estudo aprofundado sobre as águas subterrâneas existentes no planeta. E concluíram que estamos a usar os recursos aquáticos demasiado rapidamente.

Antártida Ocidental pode desaparecer

O derretimento das camadas de gelo na Antártida Ocidental poder ser irreparável, afirmaram pesquisadores do Instituto de Pesquisas de Impactos Climáticos de Potsdam, na Alemanha, em um estudo publicado esta segunda-feira (02/11) na revista Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America.

Ontong Java, o paraíso que pode desaparecer no Pacífico

Poucas pessoas já ouviram falar de um dos maiores atóis do mundo: Ontong Java, nas Ilhas Salomão. Mas o anonimato não conseguiu salvá-lo dos efeitos das mudanças climáticas. Inacessível por via aérea e visitada esporadicamente por um navio de abastecimento, a comunidade de 3 mil habitantes espera salvar o seu povo e a sua cultura da elevação dos níveis do mar e das tempestades cada vez mais severas.

Chile anuncia criação de reserva marinha na Ilha da Páscoa

O governo do Chile anunciou a criação de áreas marinhas protegidas nos arquipélagos da Ilha da Páscoa e Juan Fernández. O anúncio foi feito pela presidente Michelle Bachelet no início de uma conferência sobre proteção dos oceanos, na cidade de Valparaíso.

Canal da Nicarágua novamente adiado devido a preocupações ambientais

Novo adiamento: a construção do ambicioso Canal da Nicarágua não começará antes do primeiro quadrimestre de 2016, devido a reticências sobre o peso do impacto ambiental do projecto. Paul Oquist, director executivo da Comissão do Canal da Nicarágua, explicou que uma das companhias que avalia tais impactos, a Environmental Resources Management, recomendou quatro novos estudos ambientais.

Nova Zelândia anuncia criação de enorme santuário marinho

A Nova Zelândia vai transformar o mar ao norte do país no maior santuário marinho do mundo, anuncia o governo do primeiro-ministro John Key. Para isso, a pesca e a mineração serão proibidas no local a ser preservado, cuja área é quase do tamanho da França.

Concurso desafia jovens a criarem curtas para salvarem os oceanos

CurtMAR é um projecto educativo sobre a literacia dos ocea­nos, concebido e desenvolvido pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), em parceria com a Escola Profissional do Alto Minho Interior (EPRAMI), a Associação Portuguesa do Lixo Marinho (APLM) e a escola norueguesa Dettverrfagligekunstinstitutt (DTK).

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)