Início > GEO

Maersk testa nova tecnologia de percepção situacional a bordo de navios

A Maersk e a Sea Machines Robotics, uma empresa norte-americana de robótica marítima, juntaram-se para realizar ensaios a um equipamento baseado em inteligência artificial que aumenta a capacidade de percepção situacional das tripulações a bordo dos navios, reforçando a segurança e viabilidade das operações.

De acordo com vários meios de comunicação internacionais, que referem o caso, este equipamento, baptizado Light Detection and Ranging (LiDAR), foi instalado a bordo de uma nova classe de porta-contentores e consiste num sistema avançado de apoio à navegação que permite visualizar melhor o ambiente envolvente do navio.

Pulseira de segurança para tripulantes será lançada este ano

A ScanReach, uma start-up norueguesa de tecnologia, lançou o InRanch, um sistema capaz de localizar qualquer pessoa num navio ou em instalações offshore em tempo real. O sistema é capaz de receber e transmitir dados através de qualquer estrutura, incluindo o aço, e poderá salvar vidas no mar, segundo o Maritime Executive.

Garmin lançou tecnologia para optimizar sondas náuticas

A Garmin lançou recentemente uma nova solução de sonda náutica visível em plena luz solar. O sistema, designado GPSMAP® 1222 Touch, acaba de ser lançado no mercado e permite encontrar várias funções como “laylines, informação de marés, bússola mais eficiente, funções de regata, informação dos ventos ou posição e deriva, actualizando a posição 10 vezes por segundo com o GPS incorporado de 10 Hz”, segundo comunicado oficial.

Organismos marinhos podem servir para detectar navios

Um novo programa da Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA), uma agência de defesa americana, contempla a pesquisa sobre o modo como organismos marinhos sensíveis ao meio que os rodeia podem contribuir para o auxílio à defesa de territórios marítimos, segundo informa a agência.

Maior caverna submersa do mundo descoberta no México

Um grupo de pesquisadores conseguiu encontrar comunicação entre dois grandes sistemas de cavernas subaquáticas no balneário de Tulum, no estado mexicano de Quintana Roo, no leste do país, revelando o que eles acreditam ser a maior caverna submersa do mundo.

"Esta caverna imensa representa o sítio arqueológico submerso mais importante do mundo", disse o pesquisador Guillermo de Anda, do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) e diretor do projeto Gran Acuífero Maya (GAM), dedicado ao estudo e preservação das águas subterrâneas da Península de Yucatán.

Navio hidrográfico da Marinha Portuguesa conclui trabalhos científicos em Cabo Verde

O navio hidrográfico da Marinha, NRP D.Carlos I, com uma equipa técnica do Instituto Hidrográfico embarcada, concluiu os trabalhos de natureza científica que se inserem nas ações de cooperação técnico-militar entre Portugal e Cabo-Verde, no âmbito da iniciativa Mar Aberto 17, que decorre sob égide da Direcção-Geral de Política de Defesa Nacional (DGPDN).

Marinha portuguesa realiza trabalhos científicos em Cabo Verde

O navio hidrográfico da Marinha “D. Carlos I” , com uma equipa do Instituto Hidrográfico embarcada, encontra-se atracado no porto do Mindelo, Cabo Verde, para realizar trabalhos de recolha de informação do fundo naquela região.

Moçambique introduz cartas náuticas electrónicas para maior segurança no acesso aos portos

O Ministério dos Transportes e Comunicações de Moçambique vai introduzir a produção de Cartas Náuticas Eletrónicas de Navegação Marítima, anunciou fonte governamental. O objetivo é garantir maior segurança no acesso aos portos do país e surge ao abrigo de um protocolo de cooperação com o Instituto Hidrográfico de Portugal.

Google Earth «apanha» monstro do mar

Um monstro do mar foi captado pelo GoogleEarth e está a deixar os internautas intrigados para tentar perceber do que se tratará. "Parece-se com o The Kraken", lendário monstro do mar que se diz encontrar no mar entre a Noruega e a Gronelândia. O monstro em causa, reporta o The Telegraph, tornou-se conhecido por alegadamente afundar barcos.

Gelo da Antártida pode esconder lago gigantesco com formas de vida ancestrais

Três novos estudos sobre o lago subglacial Whillans revelam coletivamente que ele é um lugar complexo; um ambiente de zonas úmidas, semelhante a um pântano ou charco, com tanto água doce quanto salgada, com rios que fluem através dele em imensos trechos do continente do sul. Abaixo de 800 metros de gelo espesso, existe um mundo verdadeiramente único, isolado da superfície por até 1 milhão de anos – um cujo real lago líquido poderia ser surpreendentemente jovem.

PORTUGAL

Lisboa estende-se de Leiria até Évora e volta-se para o mar

Há um novo mapa de Portugal: o da região polarizada por Lisboa, que, de acordo com um estudo da Gulbenkian, pode ser Uma Metrópole para o Atlântico. Faz girar na sua órbita 24% do território nacional, de Leiria a Santiago do Cacém, de Setúbal a Évora.

PORTUGAL

Navio Schultz Xavier participa em experiência única na Madeira

O NRP Schultz Xavier efetuou o transporte, largada e acompanhamento da embarcação não-tripulada, denominada “West”, que tinha chegado à costa portuguesa, junto ao farol de S. Pedro de Moel, no dia 12 de novembro de 2014, depois de ter sido lançado à água por uma escola nos EUA, no âmbito de um projeto designado Educational Passages, em dezembro de 2013.

Internet das Coisas ao serviço dos portos

A Internet das Coisas tem vindo a desenvolver-se para os mais diversos campos de aplicação industriais e de serviços. É o caso dos portos, enquanto interfaces entre diversos modos de transporte, com crescentes necessidades de promoção da intermodalidade e de rápido escoamento de passageiros e mercadorias.

COM VÍDEO

Água do mar também pode servir de antena

E se houvesse uma forma alternativa de receber ondas de rádio que não dependesse da construção de uma torre de metal? A Mitsubishi quis responder a esta necessidade desenvolvendo uma forma de ondas de rádio poderem ser interceptadas por água do mar. Como conta o Engadget, através de uma bomba de água e uma mangueira a água é expelida como repuxo em grandes altitudes, recebendo assim o sinal com uma eficácia de 70% mediante a altura e o diâmetro necessários.

Monte Submarino ATLANTIS

Corria a tarde do dia 20 de Setembro de 2015 quando chegámos ao monte submarino Atlantis, o mais nortenho do complexo Great Meteor. É acima deste monte submarino que a corrente dos Açores se localiza, motivo pelo qual estavamos curiosos, no que toca às espécies presentes e respectivas abundâncias.

Vai ser possível aceder à internet em alto mar

Investigadores portugueses e noruegueses estão a desenvolver um projecto que visa tornar possível aceder à internet em alto mar, em banda larga e com baixo custo, através de tecnologia wi-fi e 4G. De acordo com um comunicado do Instituto de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), o projecto “BLUECOM+” visa “facilitar actividades como a exploração de recursos minerais no fundo oceânico, monitorização ambiental ou actividades mais tradicionais como a pesca ou o transporte marítimo, que exigem cada vez mais o acesso a comunicações no mar, de modo a ligar pessoas e sistemas à internet”.

Acordo transforma futuro dos navios conectados

A Inmarsat, empresa fornecedora de serviços de comunicações satélite móveis, e a Ericsson, fornecedora de tecnologia de comunicação e serviços, assinaram um acordo marítimo estratégico que visa facilitar a partilha de dados operacionais referentes ao transporte de carga, à logística e à própria embarcação para simplificar toda a cadeia de abastecimento marítima.

Autoridades de Cabo Verde vão tornar obrigatório uso de GPS na pesca

O Instituto Nacional do Desenvolvimento das Pescas (INDP) de Cabo Verde está a trabalhar na proposta de uma legislação que obrigue os pescadores a terem o GPS (Sistema de Posicionamento Global) nas suas embarcações como forma de precaver acidentes nos mares do arquipélago.

Portugal vai ter 400 mil quilómetros quadrados de áreas marinhas protegidas

Portugal poderá passar a ter perto de 400.000 quilómetros quadrados – quatro vezes a área terrestre do país – de áreas protegidas marinhas oceânicas, segundo uma proposta de legislação que está a ser elaborada pelo Governo.
A ideia é acrescentar duas novas áreas enormes, com 255.000 quilómetros quadrados no total, às que já estão classificadas como protegidas na zona marítima portuguesa – segundo a proposta de limites da plataforma continental que Portugal submeteu à ONU em 2009.

A PARTIR DE 2016

Atlas de Portugal antecipa a mudança profunda no conceito de território e de soberania nacional

Foi lançado um atlas de Portugal que antecipa a mudança profunda no conceito de território e de soberania nacional a partir de 2016, quando a ONU aprovar a proposta de extensão da plataforma continental.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família