Início > Angola

ANGOLA

Grupo Carrinho pretende implementar complexo industrial no Soyo

O Município do Soyo, na província do Zaire, contará com um complexo da Carrinho Indústria, semelhante ao da Catumbela, a partir de 2022, informou o administrador para indústria e negócios deste grupo empresarial, Décio Catarro.

ANGOLA

Reabilitação da Edipesca avaliada em USD 57 milhões

As obras de reabilitação e recuperação da Empresa Distribuidora dos Produtos da Pesca (Edipesca) de Luanda, avaliadas em 57 milhões de dólares, têm início no primeiro trimestre de 2020, com financiamento do Banco de Exportação e Importação (Eximbank) da Coreia do Sul.

Angola dispõe de duas ofertas tarifárias para ZCL

A República de Angola preparou duas ofertas tarifárias, para dar início ao desagravamento (redução ou retirada total) das taxas aduaneiras, a fim de implementar na Zona de Comércio Livre (ZCL) da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Até ao primeiro trimestre de 2020, Angola dará início às discussões do desmantelamento das taxas aduaneiras, de acordo com garantias dadas pelo ministro do Comércio, Joffre Van-Dunem, aos deputados da Comissão de Economia e Finanças da Assembleia Nacional, que reuniu a equipa Económica, no âmbito da discussão da proposta do OGE 2020.

ANGOLA

Grupo empresarial Carrinho assina acordo com o Porto do Lobito e CFB

O grupo Carrinho assinou um acordo com o Porto do Lobito e o Caminho de Ferro de Benguela (CFB), nesta cidade, para dinamização do transporte de carga através das infra-estruturas destas empresas.

De acordo com o Administrador para a área financeira da Carrinho, Samuel Candundo, há previsões de movimentar cerca de dois milhões de toneladas de mercadorias diversas por ano, quando as unidades fabris do grupo estiverem a trabalhar em pleno.

ANGOLA

Agricultura e pesca prioridades do Cuanza Sul

O governador da província do Cuanza Sul, Job Castelo Capapinha, apontou, na cidade do Sumbe, o fomento da agricultura e da pesca como prioridades para o sustento das famílias da província.

Em declarações à Angop, a propósito da reunião do Conselho de Governação Local, que decorreu no Sumbe, o governador disse que a província tem potencialidades agrícolas, piscatórias e turísticas para garantir o bem-estar das populações.

ANGOLA

Sector das Pescas cria agência de observação

A ministra das Pescas e do Mar, Maria Antonieta Baptista, anunciou, em Luanda, estar em carteira a criação Agência Nacional de Observadores de Pesca.
Segundo a governante, que falava num encontro com presidentes das associações de pesca, a iniciativa tem por objectivo controlar os processos de descargas e melhorar os processos de observação e fiscalização da actividade.
 

ANGOLA

Conselho Consultivo recomenda expansão das linhas férreas

O Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) prevê, para os próximos tempos, a abertura da rota Huambo/Caála, à semelhança do que acontece na província do Moxico (Luena /Luau), para dar resposta às necessidades das duas principais regiões do planalto central, com o melhoramento dos transportes de passageiros e de mercadorias.

ANGOLA

Acordo viabiliza obras do Terminal Oceânico

Um acordo para a conclusão das obras do Terminal Oceânico da Barra do Dande, Bengo, foi assinado, em Luanda, entre a Sonangol e o skeik Ahmed Dalmook Al Maktoum, dos Emirados Árabes Unidos, com o que se espera um armazenamento de cerca de 641.500 metros cúbicos de derivados de petróleo.

Empreiteiro chinês entrega caminho-de-ferro de Benguela ao Governo de Angola

Os 1344 quilómetros de linha férrea entre o Lobito e o Luau estão preparados para dar resposta ao fluxo de passageiros e de mercadorias durante os próximos anos, disse na cidade do Lobito o director-geral da CR20 Angola International Company, a empresa responsável pela reconstrução daquela linha de caminho-de-ferro.

Angola dá o primeiro passo para criar uma rede ferroviária nacional

Os actuais Caminhos-de-Ferro de Luanda, Benguela e Moçâmedes vão ser geridos por uma única empresa de infra-estruturas ferroviárias. Objectivo é criar uma rede, ligando as três linhas por um corredor vertical do Soyo até ao Lubango.

Governo de Angola coloca concessão de terminal do Porto de Luanda em concurso público internacional

O concurso público internacional para adjudicar a concessão do Terminal Multiusos do porto de Luanda foi formalizado por um Despacho Presidencial publicado no Diário da República de 27 de Setembro, o que se segue à rescisão unilateral do contrato de exploração anunciada em Julho, noticiou a imprensa angolana.

Construção de porto em Cabinda, Angola, entregue de novo à Caioporto, SA

O governo de Angola voltou a entregar à Caioporto, SA a obra do Novo Porto do Caio, na província de Cabinda, extinguindo, em simultâneo, a comissão que tinha criado para negociar o fim do contrato de concessão para a execução do projecto de construção, atribuído em 2012 à mesma empresa, noticiou a imprensa angolana.

ZAIRE, ANGOLA

Atraso na alocação de verbas paralisa obras do terminal marítimo do Soyo

As obras do terminal fluvial e marítimo do município do Soyo, província do Zaire, com uma grau de execução física na ordem dos 85 por cento, estão paralisadas há mais de um mês, devido ao atraso na alocação dos 29% da verba do orçamento global da empreitada.

A informação foi avançada à imprensa pelo encarregado da obra da empresa chinesa “CHEC”, Chen Shaoke, à margem da visita que o ministro do Comércio, Joffre Van-Dúnem Júnior, acompanhado pelo governador do Zaire, Pedro Makita Aramando Júlia, efectuaram ao projecto.

HUÍLA, ANGOLA

CFM assinala 114 anos com foco no aumento de frequências e redução de pessoal

A redução do número de trabalhadores, com realce para aqueles em idade de reforma, aumento das frequências, de quatro para seis comboios diários (Namibe, Huíla e Cuando Cubango), nos dois sentidos, fruto do redimensiomaneto do Caminho de Ferro de Moçâmedes(CFM) ,constituem mecanismos levados a cabo pela empresa, nos últimos meses, a fim de reduzir os custos e iniciar a obtenção de rentabilidade.

REVELA A MSC

Serviço «Angola Express» passa a escalar directamente o Porto de Luanda

De acordo com informação adiantada pela companhia marítima mediterrânica MSC, o serviço marítimo intitulado ‘Angola Express’ «foi alterado, passando a escalar directamente o Porto de Luanda». Este serviço da MSC, refira-se, escala Portugal através do Porto de Sines.

A nova rotação inclui também escalas directas em Dakar (capital do Senegal), Conacri (capital da República da Guiné), San Pedro (Costa do Marfim) e Lomé (capital do Togo).

ANGOLA

Transporte de ferro-gusa: Caminho-de-Ferro de Moçâmedes antecipa subida na facturação

A facturação da empresa Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM) deverá sentir uma forte impulsão, ao beneficiar directamente do arranque da produção de ferro-gusa em dois municípios de Angola, revelou o administrador financeiro da empresa gestora ferroviária.

De acordo com as palavras de António Conceição, proferidas à agência noticiosa Angop, esse benefício poderá traduzir-se num aumento de 300 milhões de kwanzas por ano em facturação (dos 700 para os 1000 milhões).

ANGOLA

Caminho-de-Ferro de Benguela pretende construir ramal do Lobito até à Baía Farta

A construção de um ramal ferroviário entre a cidade do Lobito e o município de Baía Farta é um projecto prioritário do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), disse o presidente do Conselho de Administração da sociedade gestora.

Luís Teixeira disse ainda que este projecto consta do Plano Director dos Transportes a nível nacional, sendo que a sua construção ajudaria a facilitar o transporte de sal e de pescado a partir de Baía Farta e garantir, em simultâneo, a auto-sustentabilidade da empresa.

ANGOLA

Caminho de Ferro de Moçâmedes antecipa transporte de ferro-gusa

O início da produção de ferro-gusa em dois municípios de Angola deverá permitir que a facturação da Caminho-de-Ferro de Moçâmedes aumente de 700 milhões para mais de 1000 milhões de kwanzas/ano, disse o administrador financeiro da empresa gestora ferroviária.

António Conceição disse ainda à agência noticiosa Angop que a empresa, ao longo do traçado de 905 quilómetros que abrange as províncias de Namibe, Huíla e Cuando Cubango, transporta actualmente cerca de 12 mil toneladas de carga diversa por mês, quantidade que pode aumentar para 400 mil toneladas com o início da exploração de minério de ferro.

ANGOLA

Empresas da China interessadas no Caminho de Ferro de Benguela

Empresários chineses estão interessados em utilizar o caminho-de-ferro de Benguela (CFB) para movimentar mercadorias diversas do interior de Angola e dos países vizinhos para os mercados internacionais, disse no Lobito o embaixador da China em Angola.

A agência noticiosa Angop, que cita as declarações do embaixador Gong Tao, menciona como empresas interessadas neste processo a China Harbour Engineering Corporation, responsável pela requalificação do porto do Lobito, em 2013, a COSCO e a Sinotrans, viradas para a logística, sobretudo nos transportes marítimo e ferroviário.

Angola recebe navio de investigação científica «Baía Farta»

O navio de investigação científica “Baía Farta” foi formalmente entregue ao governo de Angola pela empresa romena Damen Shipyards Mangalia, que tinha iniciado a sua construção em 2016, tendo o acto sido testemunhado pela ministra das Pescas e do Mar, Maria Antonieta Baptista.

A ministra, depois de recordar que o navio custou 80 milhões de dólares, disse que a sua manutenção vai ser onerosa, “sendo por isso necessário encontrar iniciativas que o tornem auto-sustentável, uma vez que é muito útil não apenas para Angola mas também para África e para o mundo.”

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)