Início > Angola

Angola quer reactivar Comissão do Golfo da Guiné

O estudo de mecanismos para revitalização da Comissão do Golfo da Guiné dominou, em Luanda, o encontro que o ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti, manteve com a secretária executiva da organização, Florentina Adenike Ukonga. No final do encontro, a embaixadora Florentina Adenike Ukonga disse à imprensa que estiveram em discussão a questão da contribuição dos Estados, da melhoria da gestão marítima com vista a uma maior segurança neste domínio na região, da pirataria marítima, pesca ilegal e também da emigração ilegal.

ANGOLA

Porto de Cabinda aposta na sustentabilidade

O Porto de Cabinda prevê incluir no orçamento de 2016 uma rubrica financeira para o suporte das actividades enquadradas no plano de sustentabilidade.
 

ANGOLA

Somague constrói em Luanda oficinas para manutenção ferroviária por 87ME

A construtora Somague vai construir, em consórcio com a empresa Quantum, as novas oficinas para manutenção das unidades múltiplas diesel do Caminho de Ferro de Luanda (CFL), por 87 milhões de euros.

Angola encomenda duas novas embarcações para ligações marítimas entre Luanda, Soyo e Cabinda

Duas novas embarcações foram encomendadas a estaleiros espanhóis pelo governo angolano para transporte de passageiros e carga entre Luanda, Cabinda e Soyo (Zaire), anunciou o director do Instituto Marítimo e Portuário de Angola. Segundo Victor Alexandre de Carvalho, as duas embarcações poderão chegar ao país até 2017, e transportarão, além de passageiros, viaturas e carga contentorizadas e ligeira.

Comboio vai ter dupla linha em Luanda e museu do centenário

A duplicação da linha ferroviária na capital angolana vai avançar no próximo ano, num troço de 36 quilómetros a partir do centro da cidade, anunciou à Lusa o presidente do Caminho de Ferro de Luanda (CFL).

ANGOLA | PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015

Tráfego de mercadorias desce nos portos de Luanda e do Lobito

Através do Porto de Luanda foram movimentadas cargas contentorizadas 405 185 TEU, número que fica 13,7% abaixo dos 469 333 TEU referentes aos primeiros seis meses de 2014, informações avançadas pelo administrador comercial do Porto de Luanda, citado pelo “Semanário Económico”. A nível de carga a granel, foram movimentadas 183,17 mil toneladas, uma queda de 4% em relação ao mesmo período de 2014.

Angola investe em infra-estruturas ferroviárias, portos e na rede aeroportuária

Angola está focada em apostar na dinamização e progresso das suas estruturas logísticas e de transporte: assim garantiu Augusto da Silva Tomás, na sessão de abertura da Feira Internacional dos Transportes e Logística (ExpoTrans 2015), em Luanda. Segundo a 'Angop', estão também planeados investimentos na rede ferroviária nacional, na rede de plataformas logísticas, na rede de cabotagem (no Norte) e nos portos.

OMC diz que Angola deve «rectificar» tarifas de importação excessiva

A Organização Mundial do Comércio (OMC), que se prontificou a fornecer “assistência técnica” para ajudar as autoridades angolanas, defende que Angola deve “rectificar os casos em que as tarifas aduaneiras e outros impostos excedam o nível médio” de 10,9%. “Os membros da OMC notaram que Angola introduziu um conjunto de medidas destinadas a substituir as importações” e afirmaram que “a nova pauta aduaneira foi significativamente encarecida, de 2% a 50%, com uma média simples de 10,9%, um aumento face aos 7,4% de 2005”, pode ler-se num documento recentemente publicado.

Angola é o quarto maior destino do Investimento Directo Estrangeiro (IDE) em África

A Ministra do Comércio, Rosa Pacavira, afirmou que Angola é o quarto maior destino do Investimento Directo Estrangeiro (IDE) em África. Em discurso de abertura do primeiro Seminário sobre Promoção de Investimento Privado em Angola, a titular da pasta do comércio acentuou que esta posição é resultante do forte crescimento da economia nacional e dos investimentos ao nível das infra-estruturas virados principalmente para a construção de portos e aeroportos.

ANGOLA

Novo acordo multilateral para a pesca

Um acordo de cooperação para Assistência Técnica no domínio da pesca artesanal foi assinado, em Luanda, entre o Ministério das Pescas, o Fundo da Organização das Nações Unidas para a Agricultura (FAO) e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD). O acordo, orçado em mais de 40 milhões de dólares (5.436 milhões de kwanzas), foi rubricado pela ministra das Pescas, Vitória de Barros Neto, e pelos representantes da FAO em Angola, Mamaudou Diallo, e do BAD, Septime Martin.

ANGOLA

Lunda Sul: Capturadas duas toneladas de peixe em dois meses

Duas toneladas de peixe de várias espécies foram capturadas, de Agosto a Setembro deste ano, em alguns rios e lagoas da província da Lunda Sul, por pescadores artesanais desta região, informou, em Saurimo, o chefe do Departamento de Pescas, Carlos Fazenda.

Angola prepara reforço de cooperação sobre marinha mercante com o Egipto

Angola e o Egipto preparam-se para reforçar a cooperação bilateral nos domínios da marinha mercante, portos e dos transportes aéreos, estando em curso, para o efeito, contactos entre os dois países.

Angola recorre a parceria com privados para lançar plataformas logísticas

O Governo angolano pretende avançar com a construção das primeiras três plataformas logísticas do país, entre mais de 40 previstas para interligar as redes de transporte, recorrendo à parceria com uma empresa privada. A decisão foi tomada em reunião extraordinária conjunta das comissões Económica e para a Economia Real do Conselho de Ministros, realizada em Luanda sob orientação do Presidente, José Eduardo dos Santos.

ANGOLA

Construtora chinesa conclui e entrega Caminho de Ferro de Moçâmedes

Foi concluído e entregue ao governo angolano, ainda que de forma provisória, o projecto de reconstrução do caminho-de-ferro de Moçâmedes, desenvolvido desde 2006 pelo grupo China Hyway. Ao longo de quase 10 anos foram construídas 56 estações num percurso de mais de 800 quilómetros, desde Namibe até Cuando Cubango, com passagem pela província da Huíla, sendo três especiais, Saco Mar (Namibe), Lubango (Huíla) e Menongue (Cuando Cubango) e outras sete de primeira classe.

MSC introduz alterações no Angola Service

A MSC anunciou um upgrade no seu Angola Service, o qual escala o Porto de Sines. O Angola Service liga a capital de Angola, Luanda, a portos da Costa Oeste de África e a Portos europeus, entre eles o porto português de Sines. Com o upgrade, a MSC introduz escalas em Roterdão, Antuérpia (apenas para exportação) e Bordéus (também apenas para exportação), sendo também adicionada uma escala em Casablanca no sentido Europa-África.

ANGOLA

Japão vai financiar segunda fase da reabilitação do Porto do Namibe

O embaixador do Japão em Angola, Kuniaki Ito, manifestou o desejo de o seu governo continuar a financiar as fases subsequentes da reabilitação do Porto do Namibe, com vista a aumentar a sua capacidade produtiva e torná-lo mais expedito.

Empresa de Angola vai construir estação de cabo submarino no Brasil

A Angola Cables, empresa angolana que vai gerir as operações do cabo submarino de fibra óptica entre Angola e o Brasil através das cidades de Luanda e Fortaleza, dispõe já do terreno para instalar em Fortaleza, capital do Estado brasileiro do Ceará, a estação de cabos submarinos de fibra óptica e um centro de dados para coordenação do sistema.

Cooperação Angola-Brasil vai formar angolanos nos sectores das pescas e aquicultura

A cooperação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba com o Instituto de Pesca Artesanal de Angola foi tema de uma reunião entre directores das duas instituições, em Brasília. O acordo de cooperação actualmente em vigor, assinado em 2014, tem o objectivo de promover a capacitação de técnicos angolanos nos Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura mantidos pela Codevasf.

Angola defende nova visão para Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

(...) No culminar da reunião, os participantes aprovaram um comunicado final onde os ministros consideram que a globalização gera desafios e oportunidades para a criação de sinergias que podem potenciar a complementaridade económica e a liberalização dos mercados no espaço da CPLP.
Destacaram ainda a necessidade de estimular negócios, quer entre agentes económicos da organização, inseridos em diferentes espaços regionais, quer entre estes e seus homólogos de fora do espaço da comunidade.

ANGOLA

Estaleiro Naval do Namibe com falta de pessoal especializado

A falta de pessoal especializado em mecânica, electricidade, engenharia naval e serralharia está a dificultar o funcionamento normal do Estaleiro Naval no Namibe, disse quinta-feira o responsável do estaleiro. Carlos Simões disse ainda à agência noticiosa Angop que o estaleiro está a funcionar com pessoas que têm muitos anos de trabalho, mas sem formação profissional no ramo, situação que se reflecte na baixa qualidade do trabalho prestado.

 Vídeo

PLAYLIST DE VÍDEOS LOBITO 2013

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)